10 filmes latinos para ver na Netflix

Nós, aqui do Brasil, muitas vezes não nos damos conta da quantidade de coisa boa que nossos vizinhos andam fazendo por aí nas telonas. Por isso mesmo resolvi abrir meu Netflix há alguns meses e tracei a meta de assistir mais filmes latinos, especialmente os argentinos, que dão aula de como fazer filme bom, né?

Como gosto de filmes com temáticas bem dramáticas, daquelas que bate uma depressão quando o filme acaba (sou desses), aconselho de cara a só assisti-los quando estiver disposto a refletir, senão, melhor dar o play num sitcom.

E é bom lembrar que nenhum deles aqui é daqueles clichês, sabe? Nada de “meu sangue latino” ou amor caliente e te quiero pra lá te quiero pra cá. A maioria é densa, o que não quer dizer que sejam complexos, muito pelo contrário, são relativamente simples, alguns chegam a ser tão leves mesmo tratando de temáticas como a morte. Acho que é isso mesmo que os levaram a esse “top 10”.

A lista abaixo não segue exatamente uma ordem de melhor ou pior, mas tentei separar mesmo por países pra ficar mais “didática”. Além do mais, é sempre uma boa oportunidade pra tirar a ferrugem do castellano. ¡Vamonos!Continue lendo

12 filmes para o dia 12

Para essa semana “o amor está no ar” aqui do SNT, resolvi fazer uma lista com 12 filmes que falam de amor. Minha única preocupação era que os filmes tivessem um roteiro que lembrasse um texto do Miguel Esteves Cardoso (que eu amo e tem completo aqui, caso vocês queiram ler): “Eu quero fazer o elogio do amor puro, do amor cego, do amor estúpido, do amor doente, do único amor verdadeiro que há (…)”

São 12 filmes, que falam de amor da forma mais pura, seja por um cara, uma moça, duas crianças, imaginário ou por uma noite. São 12 filmes para o dia 12 de junho, ou qualquer outro dia que você esteja com vontade, porque amor nunca é demais. Seja ele acompanhado ou sozinho.Continue lendo

Na tela: livros brasileiros

Caso você não seja tão chegado a uma leitura, resolvi separar também algumas versões cinematográficas e televisivas de livros brasileiros. Quem sabe a partir delas você não sinta vontade de ler a obra original? E caso já tenha lido o livro, esqueça as ideias “o filme é melhor que o livro”, “o livro é muito melhor que o filme” ou “nossa! é bem diferente do livro”, e conheça o universo, a proposta!

 

Quincas Berro D’Água

Simplesmente amei o livro e o filme. Indico os dois!

? A história é sobre de Joaquim Soares da Cunha, pai e marido exemplar que joga tudo para o alto depois que se aposenta. É assim que ele se muda para uma pocilga com a intenção de apenas curtir a vida, adotando o nome de Quincas Berro D’Água. Não muito tempo depois Quincas é achado morto em seu quarto, e a família tenta apagar da memória os anos de loucura.
Continue lendo

[SNT #1] Leia Brasileiros!

No Brasil temos a mania infeliz de achar que nossa cultura não é tão boa quanto a de outros países. Como dizem por , temos o complexo de vira-lata. Falta otimismo. Falta orgulho. Ok. Temos nossos problemas, nossas falhas. Mas não precisamos sempre colocá-los em primeiro lugar… É um pouco sobre isso que comento no primeiro post do tema da semana, Vamos ler brasileiros.

Desde 2014, tenho como meta de leitura ler mais brasileiros e já conheci vários autores interessantes que tive, inclusive, a oportunidade de trocar mensagens nas redes sociais, um deles é o escritor Anderson Henrique que topou responder algumas perguntas sobre o cenário atual da literatura no Brasil. Como a minha intenção nessa primeira edição do SNT é incentivar a leitura de autores brasileiros, principalmente os contemporâneos, fiz uma lista com alguns dos meus livros preferidos e uma vídeo-resenha do livro Luzes de emergência se acenderão automaticamente, da Luisa Geisler. E caso você não seja tão chegado a uma leitura, separei alguns filmes e séries que são baseados em livros. Para fechar nossa semana “Leia Brasileiros”, Alan Nardi, novo colaborador, estreia sua coluna “Hell’s Kitchen” com a HQ Dois Irmãos, de Fábio Moon e Gabriel Bá.

 

Boa semana! 😉

 

[Livro & Filme] O menino no espelho

O que você quer ser quando crescer?

Acredito que na infância, a gente escute essa pergunta muitas vezes e é quase uma obrigação ter uma resposta antes dos 16 anos. Engraçado é que só descobri o que queria ser com quase 18 anos. Não queria saber de ser adulto antes disso, queria saber era de ser criança.

Talvez venha daí o meu amor por livros infantis, Manoel de Barros, Alice no País das Maravilhas, Peter Pan e a curiosidade imensa de conhecer a história do menino no espelho.

E foi como se Fernando Sabino pegasse na minha mão e falasse: – vem cá, deixa eu te contar todas as aventuras que vivi quando criança.

O menino no espelho, livro publicado em 1982 (Editora Record) por Fernando Sabino (1923-2004), reúne histórias sobre a infância do escritor. As aventuras de um garoto mineiro que se deixava levar pela imaginação e vontade de viver os encantos da infância. São lembranças algumas vividas, outras apenas imaginadas.Continue lendo

7 comédias românticas imperdíveis na Netflix

Filmes de comédia romântica tiveram seu auge nos anos 90, com Meg Ryan e Julia Roberts ahazando com o coração das pessoas, com seus filmes leves, super românticos e totalmente irreais (vamos combinar).

Todo filme de CR segue sempre o mesmo roteiro: garota conhece garoto, mas não podem ou não querem ficar juntos, depois resolvem ficar juntos de qualquer jeito. Algo dá errado, eles se separam, “do nada” descobrem que tudo não passou de um mal entendido e vivem felizes para sempre, amém!

Mesmo sabendo dessa fórmula e tendo assistido mil vezes, esses filmes continuam aquecendo os nossos corações. E hoje, com a Netflix, reviver essas comédias ficou bem mais fácil. Menos por um ponto, com aquele catálogo gigante, O QUE ASSISTIR?? Bom, para você não perder horas dando scroll na lista de filmes, resolvi separar 7 comédias românticas que considero essenciais e que estão disponíveis lá no catálogo (faltou várias da minha lista inicial, tem que ver isso aí Netflix!).Continue lendo