Séries

Filmes, séries e documentários para assistir na Netflix em abril

Chegou a hora de aumentar a sua lista de “coisas para ver na Netflixcom os lançamentos de abril!

Flores Raras (2013)

Ambientado no Brasil dos anos 50, o filme contará a história do relacionamento entre a poeta norte‐americana Elizabeth Bishop e a arquiteta brasileira Lota de Macedo Soares. Extremamente rico e, ao mesmo tempo, bastante conturbado, esse relacionamento rendeu frutos que são marcos artísticos universais: de um lado, a poética de Bishop, cujo auge ocorre exatamente no período brasileiro da poeta; de outro, a idealização e construção do Aterro do Flamengo, obra arquitetônica mundialmente conhecida, nascida do gênio delirante de Lota. Ao mesmo tempo, o filme será um passeio pela vida política, privada e pela história brasileira do Rio de Janeiro, na década de 50.

13 Reasons Why – um alerta sobre bullying e suicídio entre jovens

Depois do sucesso Stranger Things, em 2016, que abalou a internet, a Netflix surpreendeu a todos ao lançar, no final de março deste ano, a série 13 Reasons Why, criada por Brian Yorker e Diana Son, e produzida pela cantora e atriz Selena Gomez e Tom McCarthy (Spotlight).

Ao contrário de Stranger Things, 13 Reasons Why não fala sobre seres sobrenaturais e não nos deixa saudosos com os anos 80, mas nos leva, através do entretenimento, a refletir sobre temas atuais e urgentes da sociedade: bullying, preconceito, machismo, objetificação da mulher, abuso sexual e mídias sociais.

Greenleaf – fé, escândalos e corrupção

Greenleaf estreou nos EUA em junho de 2016, através do canal OWN (Oprah Winfrey Network). E, em março de 2017, chegou ao Brasil pela Netflix. A série foi criada por Craig Wright (Lost, Six feet under) e tem produção executiva de Oprah Winfrey e Clement Virgo.

Com um elenco majoritariamente negro, Greenleaf conta história de uma família de cristãos e sua megaigreja protestante Irmandade do Calvário, localizada na cidade de Memphis (Tennessee). Mas não pense que os episódios são voltados aos cultos, ensinamentos bíblicos e a vida cristã, o foco da série é escancarar o que está por trás da pregação de domingo do bispo James (Keith David) e todo seu império.

Mulheres inspiradoras em seriados

Fui escolhida para fazer uma seleção das mulheres que acho mais bad ass nos seriados. Queria incluir muita gente nessa lista, porque acho que as séries estão produzindo muita coisa boa e retratando a mulher cada vez mais verdadeiramente. Porém, a lista ficaria enorme e eu perderia totalmente o foco. Então resolvi focar em mulheres que, de alguma forma, tocaram o meu coraçãozinho com esperanças de que esse mundo machista (tanto na realidade quanto na ficção) seja dizimado.

Psicose – livro e série

psicose_cena_classica

A imagem acima é uma colagem da cena clássica do filme de horror e suspense Psicose (1960) que foi dirigido por Alfred Hitchcock e se tornou um sucesso do cinema norte-americano. O filme Psicose foi, na verdade, baseado no livro de mesmo nome escrito por Robert Bloch, em 1959. O escritor se inspirou no caso do psicopata Ed Gein que, em 1957, ficou famoso por chocar a sociedade com seus crimes macabros e cruéis.  Ed decapitava suas vítimas e gostava de exumar cadáveres do cemitério local para fazer troféus e objetos para sua casa.

Designated Survivor – suspense político na Netflix

Designated Survivor (Sobrevivente Designado) é uma série de suspense político produzida por David Guggenheim e exibida na ABC, mas que chegou em novembro no catálogo da Netflix.

Após um atentado ao Capitólio, que matou o presidente dos EUA e todos os membros do seu Gabinete, Tom Kirkman (Kiefer Sutherland, o Jack Bauer de 24h) é designado para assumir o cargo de líder do país. Kirkman era apenas o secretário de Habitações e Desenvolvimento Urbano, um homem simples, que ver sua vida mudar completamente em segundos, sem ter muita escolha.

Navigate