O som do Silêncio | Filme

Comentei nas minhas redes sociais que uma das decisões mais acertadas dos últimos dias foi fazer a maratona do Oscar 2021. A maratona me mantém um pouco longe do caos que vivemos e tem me apresentado excelentes histórias e artistas. 

Eu tenho uma certa resistência em ver filmes relacionados à música. Então fiquei adiando assistir O Som do Silêncio. Mas quando dei o play e cheguei ao final do filme, só consegui pensar: que experiência acabei de ter! O filme tem uma história impactante, mas a experiência em assisti-lo é tão incrível quanto.

O Som do Silêncio foi escrito e dirigido por Darius Marder e é uma narrativa centrada na vida de Ruben (Riz Ahmed), baterista de heavy metal que vive da música tocando em bares ao lado da namorada Lou (Olivia Cooke) e percorrendo cidades com um trailer que também é o lar do casal.

Certo dia, Ruben percebe que está com dificuldades de ouvir. E resolve procurar um médico. Na consulta, o músico descobre que perdeu aproximadamente 80% da audição e que dificilmente haverá uma melhora. A atuação de Riz Ahmed é excelente. O ator consegue passar a sensação de conflito e resistência que a situação pede só através do olhar. E a produção do filme faz o espectador acompanhar essa nova experiência sonora do personagem. 

Lou, a namorada e cantora, desempenha um papel importante nesta trajetória. Preocupada com a reação de Ruben, ela busca ajuda com medo que ele tenha uma recaída e volte para a dependência química. A ajuda chega através de Joe (Paul Raci) e uma comunidade para pessoas com deficiência auditiva. Joe é um vetereno que perdeu a audição durante a guerra. Mas a história de vida de Joe envolve também alcoolismo e suas consequências, como o afastamento da família. Joe tem uma missão na comunidade, que todos compreendam que a deficiência auditiva não é algo para se consertar. Um dos objetivos do projeto é cuidar da saúde mental e emocional. 

Ruben passa um tempo na comunidade e é interessante que por ele não saber a língua dos sinais, tudo soa como silêncio. Não há expressão, conexão e comunicação. Em O Som do Silêncio, os desafios de Ruben são aprender sobre sua nova condição e iniciar o processo de autoaceitação. 


Curiosidades sobre o filme:

  • O Som do Silêncio concorre ao Oscar 2021 nas categorias: filme, ator, ator coadjuvante, roteiro original, som e edição;
  • Há representatividade de pessoas com deficiência no elenco com os atores Shaheem Sanchez, Chelsea Lee e Jeremy Stone;
  • O ator Riz Ahmed passou um ano aprendendo a tocar bateria e a língua de sinais. 

O Som do Silêncio

Classificação JG:  5⭐️❤️

Título original: Sound of Metal 

País: EUA

Gênero: Drama, Musical

Classificação: 16 anos

Duração: 120 minutos

Onde assistir: Prime Video

Direção: Darius Marder


Espalhe por aí:

2 Comments

  1. eu amei tanto esse filme, tantooo! ja é meu preferido em varias categorias – cara de pau a minha pq eu so vi mais uns 3 filmes que estão concorrendo ao Oscar kkkk. mas eu me apaixonei. É um daqueles filmes que você fica imerso. O filme reforçou a minha vontade de aprender língua de sinais.
    E vou aproveitar a temática e dar uma dica aqui: série/reality chamada DEAF U (Além do Som) na Netflix! Acompanha a vida de jovens surdos na faculdade e mostra um pouco sobre as diferenças dentro da própria comunidade.
    Amando as reviews dos filmeeesss

    1. Jeniffer Geraldine

      25/03/2021 at 13:31

      eu entendo total seu amor e compartilho dele! experiência incríveeel!
      tenho bastante vontade de aprender língua de sinais. tive um rápido contato por um mês por causa da formação pedagógica. mas é muito pouco.
      já quero ver essa série! foi pra lista!
      obrigadaaaa <3

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *