Skip to content →

Você dançaria comigo mais uma vez?

ao som de: Los Hermanos – Mais uma canção

Eu queria te dizer tantas coisas, sabe? Sei que você sabe e eu sei que não deveria fazer perguntas retóricas. Mas é que assim que começo a pensar em você, começo a me perder.

E eu queria dizer que eu sei que fui eu que errei da última vez. Não errar, errar. Mas fui eu que fechei a porta na sua cara e disse: Não precisa mais voltar, estou machucado e não quero mais viver assim. Tolo? Precipitado? Infantil? Talvez uma dose de tudo misturada com o cansaço de como as coisas estavam e uma dose de uma vida atribulada.

Mas o que eu queria dizer mesmo, antes que eu enrole mais… É que eu vou voltar. Vou voltar para te ter só para mim. Dessa vez definitivo. Vamos ficar juntos. E não estou falando bobagem. Eu sinto. Eu sei.

Eu sei também que você pensa em mim e me quer. Mas sei também que seu lado racional fala mais alto. Mas a minha emoção é grande e vale por nós dois.

Ainda te sequestro dessa zona de conforto em que você está e te levo em uma aventura. Você precisa viver o novo, precisa viver com uma sensação de frio na barriga e medo de que tudo pode mudar. Eu sei que você precisa e eu sei que só eu posso te dar isso.

Quando beijo outras bocas esqueço você. Em outros braços nem lembro do seu abraço. Mas é só voltar para casa, deitar na cama vazia que aí surge você, feito fantasma. Assim como quando algo de ruim acontece ou tenho uma grande novidade, é para você que eu quero contar. É seu número que eu quero digitar no celular… Seria isso praga do destino por ter despedaçado alguns corações no meio do caminho? Seria isso amor? Paixão? Ou a simples vontade de ter algo que é quase impossível?

Acho que nem eu, nem você saberemos responder. Sei também que você pensa em mim logo depois que volta de encontro casuais. Sei que quer me ligar e dizer que sente saudades, mas se segura na razão como quem está no meio de um vendaval e se agarra em algo para se proteger.

Mas eu vou voltar e vou dizer o que você tem medo de verbalizar: Eu te amo.

Vou dizer com um sorriso no rosto. Aquele sorriso que eu sei que te desmancha e te deixa perto de mim. Vou te dizer com a entonação de quem não voltará mais atrás. Vou te dizer sem pretensão. Vou te dizer porque eu sinto e já está quase impossível esconder isso dentro de mim.

Uma hora vou explodir e você vai ter que conviver com isso.

Estou voltando… Mas não agora. Não amanhã e nem depois de amanhã. Ainda preciso me encontrar um pouco mais. Ainda preciso me perder um pouco mais. Ainda preciso de um tempo para ser mais racional. E eu sei que esse tempo é o que você precisa também para ter a certeza de que eu sou a única pessoa que você quer passar o resto dos domingos deitado na cama comendo besteira, abraçado e vendo filmes.

Estou voltando para colocar na vitrola uma música bem antiga que eu sei que você gosta e dizer: Você dançaria comigo mais uma vez?

tumblr_naxac2ZGjL1qa6um3o1_400

Tô voltando

Não sei quando

Pra roubar teu coração!

(Los Hermanos)

Publicado em Crônicas

Comentários

Deixe um comentário: