As coisas boas de fevereiro/2017

Fevereiro é um mês curto e quando tem feriado, ele fica menor ainda. Foi um mês complicado pra mim. Mas é na complicação, quando o peito sufoca e a barriga queima (ansiosos entenderão), que a gente resolve que é hora de se movimentar. Sendo assim, apesar de tudo, fevereiro foi bom porque tomei decisões importantes para 2017 e algumas delas estão baseadas em:Continue lendo

Os melhores de 2016

Começo o ano de 2017 agradecendo por você ter me acompanhado em 2016. Obrigada por estar aqui, comentando, compartilhando, ou apenas observando. 😀

O ano ficou mais leve com as nossas trocas nesse espaço e nas redes sociais.Continue lendo

Coisas boas da semana #4

Faz tempo que fiz um “coisas boas da semana” aqui no Geraldas, mas pretendo voltar a fazer regularmente. A ideia é compartilhar links, vídeos, músicas e outras coisas mais que vi/gostei durante a semana e acho que você também pode gostar.Continue lendo

Olá, outubro!

Pisquei e acabou setembro! Você também teve essa sensação?

E é um sentimento meio estranho perceber que o tempo está passando rápido demais e às vezes não dá tempo de fazer tudo o que gostaríamos. Mas, pelo menos por aqui, já entendi que só depende de mim para aproveitar/administrar esse tempo melhor.Continue lendo

Casa do Rio Vermelho – Jorge Amado e Zélia Gattai

Formato Vídeo

Finalmente visitei a casa que Jorge Amado e Zélia Gattai viveram em Salvador (BA). É um lugar encantador. Com muito verde e em cada canto tem um pouco do casal. Lindo de ver! No vídeo mostro um pouco de quase tudo. E se quiser saber mais da Casa, visite o site e, claro, programe sua visita!

Gostou do vídeo? Espalhe por aí! Ficarei muito feliz! 😉

Olá, Setembro!

O mês mais longo do ano finalmente acabou. Foi o mês do BEDA, das olimpíadas e de decepções políticas e amorosas no Brasil. 2016 bem que podia ter pulado esse mês, né? Mas como costumam dizer por aí: nada como um dia após o outro e uma noite no meio!
pagina_facebook_chloeContinue lendo

Salvador inspira

Não é fácil viver em Salvador. Já começo o texto com essa verdade. A cidade não é o paraíso mas tem alguns momentos e lugares que fazem a gente sentir orgulho de morar aqui.Continue lendo