Veja todos os posts em Salvador

Parada imaginada

tranquila ela dormia.
cansada?
sisuda.

chinelo do lado. do jeito que chegou ficou. se ajeitou, se recostou, dormiu?
quanto tempo de espera?
quanto tempo de sono?
quanto tempo de ida e de volta?
quanto tempo de vida?
marcas do tempo ou marcas da vida?
espera o tempo passar ou espera a vida passar?

que mania essa de imaginar a vida de quem só dorme esperando a próxima partida.

e esse rapaz, quem será? filho dela?
Leia mais

Exposição “O Sertão de João Machado” | Caixa Cultural Salvador

Está em cartaz, até dia 13 de maio, na Caixa Cultural Salvador, “O Sertão de João Machado”. A exposição apresenta 35 fotografias do baiano de Xique-Xique, João Machado.

As imagens são vibrantes e trazem muito da beleza quente e viva do sertão nordestino. Além de representar as memórias da infância do fotógrafo e as histórias do seu pai, um romeiro de Bom Jesus da Lapa. Como disse a curadora Mônica Maia, “muito se diz sobre a fotografia ser a extensão do olhar, mas aqui estamos diante da imagem como extensão do coração.”

E por falar em extensão do coração, a fotografia preferida de João é “Galo”, feita em Xique-Xique, em 2010, é um registro da sua última viagem realizada com o irmão caçula. E para mim, fotografia também é uma porta para imaginação e criação. Sendo assim, minha imagem preferida é “Casa de pau a pique”, feita em Pau D’arco, em 2015. Fiquei a imaginar por quantas gerações esse vestido passou, quais são as histórias das mulheres que o vestiu, e se ele secava lágrimas de alegria ou de tristeza.

“O Sertão de João Machado” tem coordenação geral da Frida Projetos Culturais, curadoria de Mônica Maia, e realização da DOC Galeria. Se você é de Salvador ou estiver em Salvador até o dia 13 de maio, visite a exposição na Caixa Cultural.

+ infos:

Data: 07/03/2018 a 13/05/2018
Horário: de terça a domingo, das 09 às 18h
Local: Galeria Arcos
Entrada: gratuita

Exposição em homenagem a Dona Canô | Caixa Cultural Salvador

Está em cartaz, até o dia 27 de maio, na Caixa Cultural Salvador, a  exposição “Ser Feliz é Para Quem Tem Coragem” em homenagem a Dona Canô. Conhecida por muitos como a mãe de Caetano Veloso e Maria Bethânia, Claudionor Viana Teles Veloso vai além do título de mãe dos artistas, ela é até hoje símbolo de força e delicadeza na cidade de Santo Amaro da Purificação, no Recôncavo Baiano, aliás em toda Bahia.

 

Quem visita a exposição na Caixa Cultural quer ficar lá, sentado, ouvindo os depoimentos, lendo os relatos dos filhos e amigos. É um espaço aconchegante, bonito, delicado, cheio de afeto. Impossível não se emocionar.

Alguns fatos interessantes da vida de Canô que descobri ao visitar a exposição: sua madrinha é Nossa Senhora da Purificação; Canô foi a primeira mulher a usar calça em Santo Amaro e usou uma masculina que pegou emprestado do Tio Sinhô, além disso foi também a primeira mulher a dirigir em Santo Amaro. Ela era retada!

Canô faleceu em 2012, no dia do Natal, aos 105 anos, e deixou para todos uma lição: Ser feliz é para quem tem coragem, famosa frase que dá título a exposição.

“Ser feliz é para quem tem coragem – Dona Canô chamou” é uma realização da Tom Tom Produções Artísticas com produção da Via Comunicação e Eventos. Se você é de Salvador ou estiver em Salvador até o dia 27 de maio, visite a exposição na Caixa Cultural.

+ infos:

Data: 01/03/2018 a 27/05/2018
Horário: de terça a domingo, das 09 às 18h
Local: Caixa Cultural Salvador | Rua Carlos Gomes, 57 – Centro – Salvador – BA | Galeria Mirante
Entrada: gratuita

Casa do Rio Vermelho – Jorge Amado e Zélia Gattai

Finalmente visitei a casa que Jorge Amado e Zélia Gattai viveram em Salvador (BA). É um lugar encantador. Com muito verde e em cada canto tem um pouco do casal. Lindo de ver! No vídeo mostro um pouco de quase tudo. E se quiser saber mais da Casa, visite o site e, claro, programe sua visita!

Gostou do vídeo? Espalhe por aí! Ficarei muito feliz! 😉