Skip to content →

Tag: livros

Ideias para comemorar o mês da Mulher

Em 8 de março é comemorado o dia internacional da Mulher. Durante todo o mês várias campanhas são realizadas e lembramos da importância da valorização e respeito às lutas feministas.

Resolvi criar uma lista com ideias para comemorarmos esse mês com arte, cultura e informação. As ideias sugeridas neste post podem ser colocadas em prática a qualquer dia e momento. O importante é se empoderar, não esquecer de todas as outras mulheres que lutaram e ainda lutam pelos nossos direitos, e lembrar da importância de levantar a bandeira feminista.

10 comentários

As coisas boas de fevereiro/2017

Fevereiro é um mês curto e quando tem feriado, ele fica menor ainda. Foi um mês complicado pra mim. Mas é na complicação, quando o peito sufoca e a barriga queima (ansiosos entenderão), que a gente resolve que é hora de se movimentar. Sendo assim, apesar de tudo, fevereiro foi bom porque tomei decisões importantes para 2017 e algumas delas estão baseadas em:

5 comentários

Metas e projetos literários

Para 2017, resolvi estipular metas literárias e organizar meus projetos de leitura. As metas são pra me desafiar a não procrastinar leituras e movimentar os livros encalhados na estante.

Vou começar os projetos esse ano mas muitos deles não têm data para terminar. O principal é sempre manter o hábito de ler bons livros, pois sou totalmente a favor da ideia de que qualidade é melhor que quantidade.

3 comentários

História do novo sobrenome – Elena Ferrante

História do novo sobrenome é o segundo livro da tetralogia Napolitana, da escritora italiana Elena Ferrante. No Brasil, os livros são lançados pela editora Globo livros, sendo o primeiro A amiga Genial, o terceiro História de quem foge e de quem fica e o último, Storia della bambina perduta (ainda sem título em português)

Um comentário

17 dicas do livro Vida Organizada

Dos vários blogs que ganharam livros durante os últimos anos, o que eu mais fiquei contente foi o Vida Organizada, da Thais Godinho. O blog existe desde 2006 e eu o acompanho há, pelo menos, uns 4 anos. O livro chegou em 2014, através da Editora Gente.

capa vida organizada fim.inddAs dicas da Thais são super valiosas. Ela defende que “ter uma vida organizada não significa ser fanático(a) por organização, mas sim encontrar praticidade, funcionalidade e coerência em suas atividades”. É seguidora fiel do GTD – Getting Things Done (no Brasil, A arte de fazer acontecer), do David Allen, método de organização e produtividade pessoal, fã de listas e do Evernote, e defensora do destralhamento.

A leitura de Vida Organizada – Como definir prioridades e transformar seus sonhos em objetivos é leve, mas requer um tempo para fazê-la pois Thais propõe alguns exercícios práticos. É um convite para pensar nas nossas prioridades e objetivos a curto, médio e longo prazo. Você pode fazer a leitura e depois voltar com mais tempo para refletir melhor sobre seus planos e colocá-los no papel. Mas também é legal ir seguindo o fluxo de leitura proposto porque parece que estamos conversando naquela hora com a autora.

7 comentários