Quarenta dias – Maria Valéria Rezende

Em Quarenta dias, da escritora Maria Valéria Rezende, Alice, paraibana e professora aposentada, está deixando a Paraíba para ir morar em Porto Alegre por causa da filha Norinha que deseja se tornar mãe mas não quer abandonar sua carreira profissional.

Já nesse primeiro contato com a vida de Alice, eu senti uma empatia pela personagem. Por que ela precisa abandonar sua vida, casa e amigos para se tornar apenas avó? A mulher idosa, que já criou os filhos e já “fez de tudo na vida”, agora deve viver a vida dos outros? Para mim isso deve ser uma escolha da mulher e não da família. Continue lendo

Todo Vícios

Stella é artista plástica e atriz bem-sucedida. João é publicitário e viciado em remédios por conta de problemas emocionais. Esses dois opostos se encontram e começam a tentar se relacionar. Ela sempre aparentemente tão resolvida na vida e ele com seus vícios. A gente sabe desde o início que a relação não tem futuro, mas então por que tentar?Continue lendo

#LeiaMulheres 8 dicas de livros

Em 2014, a escritora Joanna Walsh propôs o #readwomen2014 com o objetivo de chamar atenção do mundo sobre a posição da mulher no mercado editorial. Desde então o projeto ganhou espaço, inclusive no Brasil, e passamos a ler mais livros escritos por mulheres. Se você também quer fazer parte dessa iniciativa, veja abaixo algumas indicações que estão na minha lista de favoritos da vida.Continue lendo

Clubes de leitura e A Amiga Genial

No dia 27 de fevereiro realizamos a 2ª edição do Leia Mulheres Salvador. O livro discutido foi A Amiga Genial, da italiana Elena Ferrante. Fui para encontro com apenas 52% da leitura feita. Fevereiro foi mais um mês agitado e não consegui ler muito. Fora que o início de A Amiga Genial não me empolgou tanto. Mas, mesmo assim, resolvi ir ao clube para conhecer o pessoal e ouvir o que tinham para falar. Apesar de ter sido inundada por spoilers sobre a leitura, eu fiquei muito contente por ter ido.Continue lendo

O Escaravelho do Diabo

Um serial killer, em Vista Alegre (SP), que mata apenas pessoas ruivas e antes envia como aviso um besouro. Essa é a premissa do clássico infantojuvenil brasileiro O Escaravelho do Diabo (128 páginas), da mineira Lúcia Machado de Almeida (1910 – 2005). O livro foi publicado pela primeira vez em 1972 pela famosa Série-Vagalume, da Editora Ática, e tem ilustrações de Mario Cafiero.Continue lendo

Leia Mulheres Salvador

Acredito que uma das maravilhas da internet é a possibilidade de fazer parte de projetos incríveis, mesmo que haja uma grande distância física. Conheci tanta gente bacana, graças ao Instagram, Youtube, Twitter e o Blog. Desde então, tento participar de clubes de livros online, leituras compartilhadas, projetos literários legais que independente da proposta o objetivo principal é ler.

Fico motivada quando vejo uma foto com quote interessante no Instagram. Me faz querer pegar o livro e continuar a leitura. É que eu levo muito a sério aquele lance do “juntos podemos mais”.

Continue lendo