Leia Brasileiros

7 Posts Volte pro início

Dois irmãos – Milton Hatoum

Muita gente comenta da HQ Dois Irmãos, dos quadrinistas Fábio Moon e Gabriel Bá, que é uma adaptação do livro vencedor do prêmio Jabuti 2001, Dois irmãos, escrito por um dos principais nomes da literatura brasileira contemporânea, Milton Hatoum. Como não tenho o hábito de ler quadrinhos, fui direto na fonte e li o livro. Sem saber de muita coisa, apenas pensando que seria a história de dois irmãos o que já me chama muita atenção porque sou filha única e essa relação sempre me deixa curiosa, apesar de não sentir falta alguma de ter irmãos. 

O que não existe mais – Krishna Monteiro

O que não existe mais é a estreia na literatura do cônsul adjunto do Brasil em Londres, Krishna Monteiro, publicado pela editora Tordesilhas. O livro reúne sete contos e alguns me passaram a impressão de serem experiências de vida do autor ou de pessoas do seu convívio. São eles: O que não existe mais; As encruzilhadas do doutor Rosa; Quando dormires, cantarei; Um âmbito cerrado como um sonho; Monte Castelo; O sudário; e Alma em corpo atravessada.

Tá todo mundo mal – O livro das crises

Uma das mais famosas YouTubers do Brasil, Julia Tolezano, mais conhecida com Jout Jout, lançou um livro. E eu não tenho problema nenhum com livros de YouTubers ainda mais se for de uma das minhas pessoas favoritas no mundo.
O título é bem bacana: Tá todo mundo mal – o livro das crises. E é sobre crises mesmo que Jout Jout vai falar tanto que a maioria ou quase todas suas crônicas, acho que posso classificar seus textos assim, começam com A CRISE DE…
E eu listei 10 crises da Jout Jout que também fazem parte da minha vida. Clica no plaY do vídeo acima para saber quais são e conhecer um pouco mais do livro. 😀

Quarenta dias – Maria Valéria Rezende

Em Quarenta dias, da escritora Maria Valéria Rezende, Alice, paraibana e professora aposentada, está deixando a Paraíba para ir morar em Porto Alegre por causa da filha Norinha que deseja se tornar mãe mas não quer abandonar sua carreira profissional.

Já nesse primeiro contato com a vida de Alice, eu senti uma empatia pela personagem. Por que ela precisa abandonar sua vida, casa e amigos para se tornar apenas avó? A mulher idosa, que já criou os filhos e já “fez de tudo na vida”, agora deve viver a vida dos outros? Para mim isso deve ser uma escolha da mulher e não da família. 

Todo Vícios

Stella é artista plástica e atriz bem-sucedida. João é publicitário e viciado em remédios por conta de problemas emocionais. Esses dois opostos se encontram e começam a tentar se relacionar. Ela sempre aparentemente tão resolvida na vida e ele com seus vícios. A gente sabe desde o início que a relação não tem futuro, mas então por que tentar?

#AmandoJorge O País do Carnaval

Em 1930, ainda com 18 anos, o baiano Jorge Amado (natural de Ilhéus) escreveu seu primeiro livro intitulado O País do Carnaval. Na época, Jorge havia saído da Bahia para cursar Direito no Rio de Janeiro. Mesmo tão novo, Amado escreveu uma obra inteligente, crítica e que retratou as inquietações de vários jovens dos anos 30.

Conheça escritores baianos através do Selo Literário João Ubaldo Ribeiro

Em fevereiro aconteceu o lançamento da Coleção do Selo João Ubaldo Ribeiro – Ano I, prêmio literário realizado pela Prefeitura Municipal de Salvador, através da Fundação Gregório de Mattos.

O Selo tem como objetivo incentivar a produção literária na cidade e dar oportunidade a novos escritores. Visa, também, estimular a leitura, doando as obras para cada biblioteca pública de Salvador e da Bahia. Além disso, cada estado do Brasil também será contemplado com a coleção. A Academia de Letras da Bahia, o Gabinete Português de Leitura, as embaixadas dos países lusófonos também receberão exemplares, permitindo ampla divulgação dessas produções, bem como acesso à população, que poderá fazer consultas e leituras nesses locais. A ideia é levar nossos escritores para além das fronteiras da cidade, do estado e do país! Após o lançamento, coleção estará disponível na versão virtual, através do site da Fundação Gregório de Mattos.

Navigate