Skip to content →

Tag: Editora Panini

[HQs que viraram filme] Kick-Ass: quebrando tudo

O título deste texto bem que poderia ser HQs de Mark Millar que viraram filme, pois seus quadrinhos parecem prontos para uma adaptação na telona. Fora Kick-Ass, vocês devem ter assistido O procurado, filme estrelado por Angelina Jolie e James McAvoy e Kingsman – Serviço Secreto com Colin Firth.

Lançado nos EUA, no final de 2008, Kick-Ass chegou ao Brasil em 2010 pela editora Panini em um encadernado que reuniu as edições 1 a 8 da revista Kick-Ass. O quadrinho é tão legal que me fez abandonar um resenha já programada e começasse a escrever sobre ele.

2 comentários

Batman – O longo Dia das Bruxas

Super Detetives no Subindo no Telhado? Nada melhor do que falar de um dos maiores, o Batman. Sim, o Morcegão é um baita detetive e diversas histórias ao longo dos seus 75 anos de existência estão aí para comprovar. Pra tentar te convencer, escolhi um arco clássico do Morcego, originalmente lançado em 1996/97 nos EUA, O longo Dia das Bruxas, que é roteirizado por Jeph Loeb e conta com a arte de Tim Sale. No Brasil, a Panini relançou a HQ (esgotada há tempos) este ano.

A obra foi lançada originalmente em 13 partes e posteriormente publicada em forma de encadernado. Escolhi essa história em especial por ter uma clássica abordagem investigativa. A trama se passa numa Gotham dominada pelo crime e controlada pelas famílias de mafiosos, que têm nas mãos diversas autoridades. Carmine Romano Falcone e Salvatore Maroni chefiam as principais famílias que no decorrer da história se confrontam pelo controle de Gotham. Enquanto Batman, o até então Capitão Gordon e o promotor público Harvey Dent se unem para transformar a cidade, um misterioso assassino batizado de Feriado inicia uma série de crimes que vai mexer com a vida de todos na metrópole. Me pareceu, com seu estilo noir, que O longo dia das bruxas se inspirou na saga da família Corleone, dos filmes O poderoso chefão. E este clima permeia toda a trama.

Deixe um comentário