Skip to content →

[SNT #5] Super Detetives

Para começar a falar sobre detetives é importante mencionar o escritor, poeta e crítico literário Edgar Allan Poe, considerado o criador do gênero ficção policial. Em 1841, Poe escreveu o conto “Os assassinatos na Rua Morgue”, em que conhecemos o primeiro detetive da ficção, C. Auguste Dupin. Além desse conto, Dupin aparece em apenas mais 2: “Mistério de Marie Rogêt” e “A carta roubada”.

Depois de Dupin muitos outros detetives surgiram em livros, filmes, séries e quadrinhos pelo mundo inteiro. O mais famoso deles, Sherlock Holmes, foi criado pelo médico Sir Arthur Conan Doyle. Sir Arthur formou-se em medicina em 1885 e praticou o ofício até 1891. Também em 1885 começou sua carreira de escritor e dois anos depois, em 1887, publicou na revista Beeton’s Christmas Annual o Um estudo em vermelho, o primeiro romance com o detetive Sherlock Holmes e seu parceiro, Dr. Watson.

Ah! Então é um mistério?” exclamei, esfregando as mãos. “Isto é muito estimulante. Sou-lhe muito grato por nos aproximar. ‘O estudo próprio para a humanidade é o homem’, você sabe. – pag 22

Um detetive super recente é Cormoran Strike, personagem da nova série de livros da escritora J. K. Rowling. O primeiro livro com o detetive, O chamado do cuco, foi publicado em 2013 e a autora usou o pseudônimo Robert Galbraith.

É o detetive que nos guia para solução de um mistério. Sem ele, e quase sempre um parceiro (a), o crime não é solucionado e o suspense não tem fim. Dupin, Sherlock e Cormoran são alguns dos vários e super-heróis detetives que existem na ficção. Os jornalistas Ana Paula Laux e Rogério Christofoletti publicaram em 2014 o Os maiores detetives do mundo, uma enciclopédia com 60 detetives. É com esse e-book que iniciamos a edição nº 5 do SNT, a primeira de muitas sobre o gênero ficção policial. Ana Paula e Rogério assinaram o e-book com o pseudônimo Chris Lauxx, em entrevista ao blog eles comentam mais sobre o projeto e literatura policial.

Alan Nardi vai comentar sobre o quadrinho Batman – O Longo Dia das Bruxas, de Jeph Loeb e Tim Sale. E para finalizar, comento em vídeo sobre as séries Law & Order – SVU, Chicago Fire e Chicago P.D., do produtor americano Dick Wolf.

Até!

NEWS-MAIOR

Publicado em Editorial

2 comentários

  1. […] Super Detetives no Subindo no Telhado? Nada melhor do que falar de um dos maiores, o Batman. Sim, o Morcegão é um baita detetive e diversas histórias ao longo dos seus 75 anos de existência estão aí para comprovar. Pra tentar te convencer, escolhi um arco clássico do Morcego, originalmente lançado em 1996/97 nos EUA, O longo Dia das Bruxas, que é roteirizado por Jeph Loeb e conta com a arte de Tim Sale. No Brasil, a Panini relançou a HQ (esgotada há tempos) este ano. […]

  2. […] produções, a mais famosa no Brasil é Law & Order (1990). No vídeo especial para a edição Super Detetives, comento sobre três produções da Wolf Films: Law & Order – SVU (1999), Chicago Fire […]

Deixe um comentário:

%d blogueiros gostam disto: