[SNT #4] Los vecinos

Certa vez um amigo me indicou o filme Medianeras. Disse que era uma produção argentina excelente e que eu iria gostar. Ele estava certo. De início, confesso, achei bem estranho o sotaque. Mas fiquei envolvida pelo enredo e acabei achando tudo maravilhoso e até um pouco familiar. A partir daí comecei a prestar mais atenção nos filmes argentinos e descobri que Ricardo Darín era o ator mais popular da Argentina e que fazia as mulheres suspirarem pelas bandas de lá. E logo depois me peguei suspirando por ele no filme El mismo amor, la misma lluvia.

Pronto! Estava envolvida pelo cinema argentino e curiosa para descobrir mais produções dos nossos vizinhos. Foi quando o chileno Alejandro Zambra apareceu no Brasil com seus livros Bonsai, A vida privada das árvores e Formas de voltar para casa (todos publicados pela Cosac Naify). Li Bonsai e nossa, que maravilha! Me apaixonei pelo Zambra. Li Bonsai duas vezes seguidas. Muito amor, gente! E ainda tem o Mario Vargas Llosa e seu Travessuras da Menina Má, um dos meus livros favoritos da vida. Nossos vizinhos são maravilhosos e, futebol à parte, vale super a pena apreciar.

Sendo assim, no SNT #4  vamos apresentar algumas produções latino-americanas. Marcello Alves está fazendo mestrado na Argentina e nos conta um pouco sobre essa super experiência no texto Conexión… ¡Te quiero Argentina!. Eloy Vieira, fã declarado do cinema argentino, fez um top 10 com filmes latinos para ver na Netflix. Já Alan Nardi traz uma resenha do livro Reze pelas mulheres roubadas (editora Rocco, 2015), da mexicana Jennifer Clement. E para finalizar a edição #4, comento, em vídeo, sobre Zambra e seu novo livro de contos, Meus Documentos (Cosac Naify, 2015).

¡Besos!

 

Imagem: http://www.icej.org.br/

NEWS-MAIOR

Você pode gostar também de

Comentários 3

Deixe uma resposta