Séries

Designated Survivor – suspense político na Netflix

Designated Survivor (Sobrevivente Designado) é uma série de suspense político produzida por David Guggenheim e exibida na ABC, mas que chegou em novembro no catálogo da Netflix.

Após um atentado ao Capitólio, que matou o presidente dos EUA e todos os membros do seu Gabinete, Tom Kirkman (Kiefer Sutherland, o Jack Bauer de 24h) é designado para assumir o cargo de líder do país. Kirkman era apenas o secretário de Habitações e Desenvolvimento Urbano, um homem simples, que ver sua vida mudar completamente em segundos, sem ter muita escolha.

Marvel’s Luke Cage – um herói negro à prova de balas

Marvel’s Luke Cage  estreou na Netflix em setembro e era, sem dúvidas, uma das mais aguardadas séries de 2016. O primeiro super-herói negro da Marvel já havia aparecido em Jessica Jones e criou expectativas nos fãs de séries de heróis e, claro, nos fãs dos quadrinhos.

Luke Cage (Mike Colter) é Carl Lucas, um homem que após um experimento na prisão ganha superforça e  pele impenetrável. Depois do ocorrido, Carl se torna um fugitivo, muda de nome e tenta esconder seus segredos vivendo uma vida tranquila no Harlem, em Nova York. Mas a vida de Luke não será tão sossegada assim, já que o seu bairro está tomado pela corrupção, tráfico de drogas e armas.

50% Netflix

Eu já falei aqui várias vezes que sou #TeamNetflix e essa fidelidade é bem complicada, já que por conta dela deixei de lado várias das minhas séries favoritas. Hoje li uma nota, no site BlueBus, onde foi divulgado que a Netflix deseja que 50% do seu catálogo seja de conteúdo original. Ou seja, vem aí muitas produções exclusivas e maravilhosas que vamos poder maratona felizes no sofá.

Quantico – uma série sobre jovens agentes do FBI

Quem vive ligado no mundo das séries sabe que temos uma rainha, a produtora Shonda Rhimes. A mulher comanda três séries de sucesso: Grey’s Anatomy, Scandal e How to Get Away with Murder. E em cada temporada, de cada uma dessas séries, ela não nos poupa de lágrimas e mini ataques do coração. Não é a toa, inclusive, que suas produções virem inspirações para outros produtores. Na fall season de 2015, uma série estreante chamou atenção de produtores, críticos e fãs, por ter algumas características de Grey’s AnatomyHow to Get Away with Murder: um grupo de jovens iniciando o treinamento para profissão que escolheram. O seriado em questão era Quantico, criado por Joshua Safran (Gossip Girl) e produzido pela ABC.

Mulheres detetives em séries

Decidi começar a semana #SetembroPolicial com indicações de séries policiais que acompanho e têm mulheres como detetives, sejam protagonistas ou não. Esse não é um post para analisar o comportamento ou algo mais profundo. É apenas uma lista com algumas mulheres detetives em séries que eu admiro.

Minha primeira vez: Séries

 

Comecei a ver séries no SBT. Não ligava muito pra dublagem e muito menos para os títulos dos seriados. Só conhecia o que passava lá e do jeito que eles exibiam, afinal não tinha internet de qualidade e nem TV a cabo. Naquela época, por volta dos meus 15 anos, Malhação ainda era sucesso e fazia gosto ver novela, mas mesmo assim os seriados chamavam minha atenção. Quando passei a estudar de noite, já com 17 anos na Faculdade, as madrugadas eram das séries A Sete Palmos, Angel, O Corvo e Carnivàle. Ficava pirada quando passava episódio repetido, só que acabava assistindo do mesmo jeito.

Navigate