Skip to content →

Jeniffer Geraldine - Crônicas de uma leitora - vida | cultura | arte Posts

Livros que deveriam ser lidos na escola

Os livros YA (young adult/ jovem adulto) abordam temas de interesse dos jovens, como bullying, preconceito, homossexualidade, primeiro amor, relacionamentos abusivos e novas mídias/ internet com linguagem leve e atual. Esses livros podem despertar o gosto pela leitura e proporcionar maior afinidade na sala de aula entre professores e estudantes.

8 comentários

Minimalism: um documentário sobre as coisas importantes

Destralhar é uma palavra que entrou no meu vocabulário e na minha vida tem pouco tempo. Significa, no geral, se desfazer de coisas (roupas, objetos, etc) que estão acumuladas em casa sem nenhum uso. A ideia, antes de se desfazer de algo, é questionar se aquele objeto/sentimento é realmente necessário na sua vida. E se perguntar sobre isso diariamente, a cada momento em que sentir a necessidade de comprar algo, pode ressignificar o seu modo de consumo.

7 comentários

Charlotte – a história da pintora morta em Auschwitz

Você já sentiu saudade de um livro? Da atmosfera de um romance?

Você já sentiu saudade de uma personagem?

Às vezes o livro é tão bom que não queremos desgrudar, mas por motivos de força maior somos obrigados a não devorá-lo em uma sentada. E o que nos resta é a saudade. E a espera do momento de reencontro. Parece até história de casal apaixonado, mas é a minha história com Charlotte, de David Foenkinos.

12 comentários

7 livros de autores contemporâneos

Uma lista com alguns dos meus livros favoritos de autores contemporâneos. Tem para todos os gostos! 😉

Grande Magia – Vida criativa sem medo, de Elizabeth Gilbert

Elizabeth Gilbert, autora do best seller Comer, rezar e amar, escreveu um livro de autoajuda, Grande Magia – Vida criativa sem medo, que foi lançado no Brasil, em 2015, pela Editora Objetiva. A ideia de Gilbert é refletir sobre criatividade. A autora comenta que fez o livro porque gosta de pensar no assunto e não tem a intenção de salvar a vida de ninguém, mas se no meio do caminho isso acontecer, tudo bem. >> Saiba mais

18 comentários

Filmes, séries e documentários para assistir na Netflix em abril

Chegou a hora de aumentar a sua lista de “coisas para ver na Netflixcom os lançamentos de abril!

Flores Raras (2013)

Ambientado no Brasil dos anos 50, o filme contará a história do relacionamento entre a poeta norte‐americana Elizabeth Bishop e a arquiteta brasileira Lota de Macedo Soares. Extremamente rico e, ao mesmo tempo, bastante conturbado, esse relacionamento rendeu frutos que são marcos artísticos universais: de um lado, a poética de Bishop, cujo auge ocorre exatamente no período brasileiro da poeta; de outro, a idealização e construção do Aterro do Flamengo, obra arquitetônica mundialmente conhecida, nascida do gênio delirante de Lota. Ao mesmo tempo, o filme será um passeio pela vida política, privada e pela história brasileira do Rio de Janeiro, na década de 50.

12 comentários

Outros jeitos de usar a boca

O Facebook não é a minha rede social digital favorita, mas de vez em quando tenho algumas boas surpresas por lá. E uma delas foi encontrar a página da poeta Rupi Kaur. Alguém compartilhou um poema ilustrado do seu livro Milk and Honey com uma mensagem que eu precisava ouvir/ler naquele momento. Desde então comecei a ficar de olho na página e acompanhar o trabalho de Rupi que é, além de poeta, artista plástica e performer.

14 comentários

13 Reasons Why – um alerta sobre bullying e suicídio entre jovens

Depois do sucesso Stranger Things, em 2016, que abalou a internet, a Netflix surpreendeu a todos ao lançar, no final de março deste ano, a série 13 Reasons Why, criada por Brian Yorker e Diana Son, e produzida pela cantora e atriz Selena Gomez e Tom McCarthy (Spotlight).

Ao contrário de Stranger Things, 13 Reasons Why não fala sobre seres sobrenaturais e não nos deixa saudosos com os anos 80, mas nos leva, através do entretenimento, a refletir sobre temas atuais e urgentes da sociedade: bullying, preconceito, machismo, objetificação da mulher, abuso sexual e mídias sociais.

16 comentários