Skip to content →

Jeniffer Geraldine - Crônicas de uma leitora - vida | cultura | arte Posts

Um diálogo com o prólogo de Úrsula

Meio da tarde. Calor de +30°. O vento que sai do ventilador é um sopro morno. Internet caiu pela milésima vez na semana. Resolvi recorrer aos livros para passar esse tempo de +30°.

Na lista infinita de livros para ler tem um que é prioridade por ser a leitura de novembro do clube do livro. A obra é “Úrsula”, da escritora maranhense Maria Firmina dos Reis.

Deixe um comentário

Clube do Livro Alagoinhas comemora um ano com obra de Maria Firmina dos Reis

A leitura do mês de novembro do Clube do Livro Alagoinhas será Úrsula, da escritora Maria Firmina dos Reis, obra inaugural da literatura afro-brasileira e o primeiro romance de autoria feminina do país.

Úrsula foi publicado em 1859, em São Luís, no Maranhão, e é também considerado o primeiro livro com temática abolicionista. Maria Firmina escreveu sobre escravidão a partir do ponto de vista dos escravos. Aos 22 anos de idade se tornou a primeira professora concursada do seu Estado e, após se aposentar, fundou uma escola mista gratuita.

3 comentários

Sobrevivendo ao caos

Você já deve ter visto em várias redes sociais algumas tirinhas em que uma pessoa pergunta para outra se ela está bem. A gente sempre costuma responder que está bem. Mas, ultimamente, estamos sendo obrigados a deixar as aparências de lado e dizer que não, não está tudo bem.

O Brasil está passando por uma crise política intensa e qualquer pessoa que se preocupe com o futuro democrático do país não está bem. Os verbos atuais são resistir e lutar.

Deixe um comentário

Clube do livro Alagoinhas entra no clima de suspense com livro de Harlan Coben

A leitura do mês de outubro do Clube do Livro Alagoinhas será “Não conte a ninguém”, do americano Harlan Coben, conhecido como o “mestre das noites em claro”.

Harlan Coben é vencedor de diversos prêmios, entre eles a trinca de ases da literatura policial americana: o Anthony, o Shamus e o Edgar Allan Poe. O livro “Não conte a ninguém” foi publicado em 2001 e em 2006 foi adaptado para o cinema pelo cineasta francês Guillaume Canet.

Deixe um comentário

Planner 2018 – outubro, novembro e dezembro

E 2018 já está quase no fim! Espero que você tenha conseguido realizar quase tudo que desejou no início do ano. E, caso não, ainda tem três meses pela frente para trabalhar duro e chegar lá. Ou quase lá. Não tem problema se não chegar lá, o importante é continuar tentando e acreditar que é possível.

12 comentários