Os primeiros livros publicados por Agatha Christie

Agatha Christie é sinônimo de diversidade e quantidade no gênero policial. Ela nos presenteou com mais de 60 romances, além de contos e textos para teatro. E sua obra tem vários detetives em ação, como Poirot, Miss Jane Marple, e o casal Tommy e Tuppence.

Em junho de 2017, comecei um projeto pessoal para ler em ordem cronológica a obra completa da Rainha do Crime.  Os dois primeiros livros publicados por Agatha foram O Misterioso Caso de StyleO Adversário Secreto.

O Misterioso Caso de Style (1920)

O primeiro livro publicado por Agatha Christie surgiu a partir de um desafio da sua irmã. Madge apostou que Agatha não era capaz de escrever uma boa história de detetive. Nesse tempo, a futura Rainha do Crime trabalhava em uma farmácia e entendia muito de veneno. Esse livro também é o primeiro em que aparece o famoso detetive Hercule Poirot e Arthur Hastings.

Tudo começa quando Hastings encontra um antigo amigo, John Cavendish, e aceita passar uns dias na casa de campo Styles. A casa foi herdada por Emily Inglethorp, madrastra dos irmãos Cavendish. Na verdade, Emily controla toda o dinheiro da família, fato que não deixa os irmãos muito à vontade, ainda mais que ela casou novamente com um sujeito estranho e vinte anos mais novo, o Alfred Inglethorp. A tranquilidade da casa de campo e os dias calmos de Hastings acabam quando Emily é encontrada morta em seu quarto trancado.

O que teria acontecido? Há especulações de que Emily morreu envenenada mas como e por quem? Hastings entra em ação, já que sempre quis ser detetive, mas pede a família para chamar um outro velho amigo seu, o excêntrico detetive belga, Hercule Poirot.

A investigação começa e a gente já sabe que quando Agatha coloca todo mundo numa casa, todos são suspeitos, ainda mais quando há uma herança em jogo. É uma leitura interessante, principalmente para conhecermos um pouco do detetive que será um dos principais da obra da autora, mas há uma enrolação para se chegar ao final do livro e assim desvendar o mistério. Apesar de que essa enrolação me fez duvidar do meu suspeito algumas vezes. Vale a pena ler, se você quiser acompanhar a linha do tempo de Poirot e Hastings do início.

O adversário secreto (1922)

O segundo livro publicado foi O adversário secreto e nos apresenta o casal de detetives Tommy e Tuppence. Fiquei bastante empolgada com essa leitura porque não vemos tantos casais detetives por aí. Há sempre uma assistente ajudando o detetive, mas Tuppence não é uma simples assistente, ela é detetive e protagonista que parte pra ação e investigação.

Tommy e Tuppence já se conheciam antes, se reencontram, estão sem grana e buscando meios de sobreviver. Então, eles entram, em primeiro lugar, no ramo da investigação porque estão sem dinheiro e precisam pagar os boletos.

A trama começa com o naufrágio do navio Lusitania durante a primeira guerra mundial – esse fato histórico é verdadeiro e serviu de inspiração para o livro. Após essa tragédia, a jovem Jane Finn que é uma das sobreviventes desaparece e é trabalho de Tommy e Tuppence encontrá-la. Há suspeita de que Jane está com documentos importantes que podem comprometer a Inglaterra e seus países aliados na guerra. E claro que a jovem está sendo procurada pelo bem e pelo mal e isso vai levar nosso casal a viver dias tensos com sequestros, assassinatos e perseguições. E como eles são inexperientes vão passar por poucas e boas, mas a coragem e o desejo de aventura vão sempre superar o medo.

É uma leitura leve e me peguei rindo em algumas partes. Tudo isso se dá por conta das personalidades dos nossos jovens detetives. Você começa a rir só de ouvir o nome “Jovens Aventureiros ltda.”.

Dois jovens aventureiros oferecem seus serviços. Dispostos a fazer qualquer coisa, prontos para ir de bom grado a qualquer lugar. A remuneração deve ser boa. Nenhuma proposta insensata será recusada.

Além de encontrar Jane Finn, Tommy e Tuppence precisa lidar com o chamado adversário secreto, alguém muito poderoso que está por trás disso tudo e que ninguém conhece, nem mesmo os seus aliados. E isso deixa a história com duas investigações tanto para os jovens aventureiros quanto para os leitores. Vamos especular bastante e nos divertir com a inocência, disposição, e senso de humor de Tommy e Tuppence.

Espalhe “Os primeiros livros publicados por Agatha Christie” por aí! 😉

Deixe um comentário:

Navigate