Organização: papel e digital

Todo mês abro uma caixinha de perguntas no Instagram para que você possa me mandar uma pergunta/ curiosidade sobre vida e cultura. Antes eu estava respondendo todas as perguntas de uma vez só. Mas agora resolvi escolher algumas para responder com calma e assim poder fazer conteúdos focados.

A primeira pergunta é bem interessante.:

“Como consegue gerenciar app de organização e papel. Como não confundir onde está o quê?” (Luiza Peixoto)


Existem 5 tipos de informações que eu organizo:

  1. COMPROMISSOS COM DATA E HORA MARCADAS
  2. LEMBRETES PARA O DIA – atividades específicas do dia
  3. TAREFAS A FAZER – tudo que preciso fazer
  4. PROJETOS EM ANDAMENTO E CONCLUÍDOS
  5. REFERÊNCIAS – arquivos, anotações, artigos, etc.

Todas essas informações estão no digital, em duas ferramentas principais: Google Agenda e Evernote. Apenas! Essas ferramentas ficam abertas ao longo do dia. E estão disponíveis em todos os meus dispositivos.

  • Google agenda: compromissos com data e hora marcadas; lembretes para o dia.
  • Evernote: Tarefas; projetos; referências.

No papel, eu tenho 4 ferramentas de apoio à minha organização:

  1. Caixa de entrada
  2. Caderno de apoio à rotina
  3. Planner/ calendário
  4. Commonplace book

O papel é o apoio ao meu sistema de organização. Eu não dependo do papel, ou de carregar esses cadernos para outros lugares. Vou falar de cada um:

  1. Caixa de entrada

Um bloco de anotações para anotar todas as informações novas que chegam para mim nos momentos que estou focada em outras atividades.

  1. Caderno de apoio à rotina

No meu Evernote tenho listado todos os meus projetos e suas respectivas tarefas/ações. Assim como também tenho tarefas de determinados contextos da vida. Como exemplo: CASA – reorganizar a minha estante de livros. A cada planejamento mensal/semanal, eu consulto o meu Evernote e faço uma seleção do que farei no mês corrente. Essa seleção eu coloco no meu caderno de apoio à rotina. O Evernote atua como um banco de tarefas. O caderno de apoio à rotina é o meu foco para o mês/ semana/ dia. Se por acaso, eu esqueça meu caderno ou viaje e não o leve, não tem problema nenhum. As minhas informações importantes estão todas no Evernote e no Google Agenda.

>> Saiba mais sobre o caderno de apoio à rotina

  1. Planner/ calendário

O planner é uma ferramenta que eu uso bastante para planejamento. Antes de incluir as informações fechadas no digital, eu gosto bastante de rabiscar no papel. O papel me ajuda bastante a organizar as ideias. Eu sempre digo que por aqui tudo começa com uma folha de papel. E é isso mesmo! Depois que eu risco e rabisco bastante para organizar as minhas ideias, eu vou para o digital colocá-las em seus devidos lugares. Porque o digital me traz praticidade para acessar as informações a qualquer hora e em qualquer lugar.

  1. Commonplace book

Esta ferramenta não é necessariamente uma ferramenta de organização e planejamento. Ela é mais para registros e escrita de referências. Mas estou falando sobre ela aqui porque mesmo utilizando um caderno para anotações de cursos, aulas, leituras, etc, eu mantenho a rotina de escanear as anotações mais importantes e arquivar no Evernote. Assim, mais uma vez, tenho a praticidade para acessar as informações a qualquer hora e em qualquer lugar

É muito importante conhecer métodos de organização e produtividade. Aqui as minhas bases são: Vida Organizada, GTD e Bullet Journal. Conheço os métodos, aplico o que funciona para mim, e personalizo as minhas ferramentas (papel ou digital).


Eu prefiro manter as informações importantes no digital porque gosto da praticidade de alterar sem rasurar e de poder ir para qualquer canto com elas no bolso. O papel é um queridinho. Amo canetas e cadernos, mas eu entendi que ele me ajuda muito mais a organizar a mente do que a manter as informações importantes. O papel aqui é um ponto de partida (alô, caixa de entrada). O digital guia todo o resto.

Conteúdo em vídeo:

Espalhe por aí:

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *