Organização das leituras do mestrado

Organização das leituras do mestrado

Utilizo fichários e arquivos para organizar as leituras do mestrado de modo analógico. Costumo comprar material de papelaria na Kalunga, Login, Papel e Cia, Le Biscuit e na Atlas. 

O arquivo/fichário é catalogado por temas ou disciplinas. Coloco mais de um tema ou disciplina em cada arquivo/fichário e utilizo divisórias de fichário para separação.

Clique no player para ouvir o conteúdo:

A ideia principal é manter sempre junto o texto original, apostila, capítulo de livro, com as minhas anotações pessoais e fichamento. Eu não uso caderno para fazer as minhas anotações. Utilizo folhas de fichário ou folhas de ofício. Para levar as apostilas e fichamento para sala de aula, uso pasta grampo. Elas são baratas e leves para carregar na bolsa ou mochila. 

Eu havia feito um caderno argolado para usar durante o primeiro semestre do mestrado. Mas à medida que fui usando, percebi que ele não é tão prático. O esquema de ter que abrir e fechar cada argola para movimentar ou arquivar as folhas não é prático. Hoje o caderno argolado se tornou mais uma pasta fichário para arquivar material de disciplinas e deixar em casa.

Para organizar as leituras de modo digital, utilizo o Evernote. Tenho uma pilha no Evernote chamada MESTRADO e dentro delas há vários cadernos, entre eles 3 para as disciplinas do semestre, um para dissertação, outro para o grupo de estudos e um para organização de tarefas. 

Para quem não conhece o sistema do Evernote, a pilha é como se fosse uma pasta e os cadernos, subpastas. Dentro desses cadernos há possibilidade de criar notas. Eu crio uma nota para cada texto que preciso ler e arquivo no caderno da disciplina. As notas do Evernote comportam qualquer formato, então posso inserir um PDF ou fazer a conexão com o Google Drive. 

Em cada caderno de disciplina, eu tenho uma nota chamada ÍNDICE DE LEITURA. Essa nota é meu controle de leituras de cada disciplina. Coloco título do texto, autor, prazo final de leitura e o formato (pdf, material impresso, livro, ebook, google drive). A medida que for lendo os textos, vou dando baixa nesse índice de leitura.

O Evernote permite criar lembretes para cada nota. Aproveito essa função para criar lembrete com a data final de cada leitura. Quando eu vou na aba de lembretes do caderno de uma disciplina, encontro todas os meus prazos. Mas a função lembrete é mais eficiente para criar uma lista de tarefas. Por isso eu criei um caderno “tarefas | mestrado”. Nele eu coloco os textos que preciso ler e outros tipos de tarefas com seus prazos finais. 

Esse é o meu sistema atual de organização de leituras para o mestrado com a ajuda de arquivos, fichários e principalmente o Evernote. Me diga aí, o que achou, se tem alguma dica, e como você organiza os seus arquivos de estudo e trabalho.

Conteúdo em vídeo:

Publicado porJeniffer Geraldine

escritora, jornalista, mestranda em crítica cultural


Sem comentários

Deixe um comentário