One day at a time – humor e afeto para conscientizar

One day at a time é mais um tesouro escondido na Netflix. Escrita por Gloria Calderon Kellett e Mike Royce, a série estreou na plataforma em janeiro de 2017 e é uma comédia, no formato sitcom, sobre os Alvarez  – uma família cubana que vive nos Estados Unidos composta pela mãe e ex-militar Penélope (Justina Machado), os filhos Elena (Isabella Gomez) e Alex (Marcel Ruiz), a avó Lydia (Rita Moreno) e o vizinho agregado Schneider (Todd Grinnell).

A série é do tipo que faz rir e chorar na mesma cena. E também usa a comédia para nos fazer refletir sobre temas atuais e pertinentes como xenofobia, estresse pós-traumático, divórcio, alcoolismo, feminismo, sexualidade, religião. Mas foge dos estereótipos e das piadas sem graça. É o humor sendo utilizado para conscientizar. Sem falar que traz situações realistas de uma família de classe média. É quase impossível não se identificar de alguma maneira.

Uma das tramas principais da primeira temporada é a sexualidade da adolescente Elena. Prestes a fazer quinze anos e ter aquela festa linda e tradicional, Elena que é uma jovem feminista vai questionar esteriótipos e o papel da mulher, e levar toda família e o público a questionar também. Fora que sua “saída do armário” é um dos momentos mais bonitos da série. É interessante ver como cada membro da família vai reagir e como a partir disso vamos discutir o processo de compreensão/aceitação sobre diferentes pontos de vista.

One day at a time mostra a importância da família e dos amigos nessa difícil tarefa que é viver um dia de cada vez lutando contra a sociedade machista e injusta. Apesar das dificuldades ter esse lugar de afeto nos torna mais fortes e dispostos a enfrentar o que preciso for.

Espalhe “One day at a time – humor e afeto para conscientizar” por aí! 😉

Deixe um comentário:

Navigate