O sal da terra

Me apaixonei pela obra do fotojornalista Sebastião Salgado na época da faculdade de Comunicação. Fiquei encantada pela fotografia em preto e branco e, principalmente, pela mensagem social passada em cada retrato produzido por ele. Eram sempre fotos expressivas, algumas até chocantes, mas tinham uma beleza sem igual.

Então a minha alegria foi grande em saber da produção do documentário O sal da terra (2014), que nos conta sobre a vida e obra desse importante fotógrafo brasileiro. E ao mesmo tempo é um presente para os admiradores da fotografia.

Dirigido por Wim Wenders e Juliano Ribeiro Salgado (filho de Sebastião), O sal da terra mostra como Sebastião Salgado passou de economista a fotógrafo; fala sobre a infância em Minas Gerais; a relação com a família; o apoio da esposa Lélia, que o presenteou com a primeira câmera; seus grandes projetos fotográficos, os quais ele considerava como missões; e ao mesmo tempo mostra as histórias dos povos do mundo, inclusive do Brasil.

Ao assistir o documentário percebemos que não é apenas trabalho, mas sim uma missão de vida. Sebastião teve o privilégio de viajar o mundo, conhecer seus povos, suas riquezas, alegrias, mas também suas fraquezas e misérias. Mais ainda suas fraquezas e misérias. Através de relatos do próprio fotógrafo descobrimos que não era fácil ver e registrar tão de perto a miséria do mundo. E Sebastião se importava, ele tem uma forte empatia pela condição humana. Ver tanto do mundo fez o grande fotógrafo se encolher, se entristecer, deixar de acreditar na humanidade. E ele precisou se reencontrar através da sua arte e suas origens.

O Sal da terra é uma viagem na linha do tempo da vida e obra de Sebastião. A gente se emociona com os relatos das missões e com as imagens, que mesclam colorido com preto e branco. E percebe que a arte de Sebastião não é apenas humana e social por retratar povos e suas fraquezas, mas porque atrás daquelas lentes há alguém que se importa com as pessoas, que são o sal da terra, e só alguém com esse sentimento consegue captar fotos tão expressivas e comoventes.

Me acompanhe também no Instagram l Facebook l Twitter l YouTube l News

 

12 Comentários

    • Jeniffer Geraldine Reply

      Também, Bruna!
      É paixão d+.
      bjão!

  1. Oi Jeni!
    Adoro fotografia e principalmente em preto e branco.
    Esse documentário com certeza é muito rico, além de ser um passeio na linha do tempo do Sebastião,nos permite conhecer a história de muitos povos já que a fotografia em si nos transmite muito mais do que palavras poderiam contar.
    Parabéns pelo post, vou anotar a dica 😉
    bjs

    • Jeniffer Geraldine Reply

      Exato, Mércia.
      Esse documentário é um presente para os admiradores da fotografia.
      bjão

  2. Eu lembro de quando trabalhava em livraria e os livros de fotografia dele eram alguns dos que o pessoal mais procurava!

  3. Quero muito assistir esse documentário. Eu tinha um livro dele, uma biografia, mas acabei dando para um amigo fotógrafo rsrs Apesar disso, me interesso demais pela obra…

    • Jeniffer Geraldine Reply

      Estou com uma biografia dele para ler. Gosto muito do trabalho do Sebastião.
      Veja o doc. Vale a pena.
      bjão

  4. gente que bacana esse home, eu gosto muito de documentarios, e realmente tava precisando de alguns para assisitir. Porque cara, existe tantos, mas a exência dos documentarios estão se perdendo, nos percebemos quando algo é feito com amor, e quando apenas é por dinheiro ou por fama!!

    Então você moça fez faculdade de comunicação, vamos conversa ein, sou nova aqui no seu blog, e ja estou muito feliz, pretendo fazer faculdade de jornalismo que é quase a mesma area( eu achoe né?), tem post no blog sobre isso?? ja estou loucona kkkkkk

    mas enfim!!! fotografia é tão lindas tão elas, tão perfeitas, sei lá!!!! Por mais que existe milhares de fotos de um mesmo local ja percebeu que nunca é o mesmo, eu acho isso tão bacana.

    beijoooo sua lindaaa
    http://www.dosedeestrela.com.br/

    • Jeniffer Geraldine Reply

      Oi, Samanta! Bem-vinda ao Geraldas! <3
      Sebastião Salgado é sensacional. Não deixe de conhecer a obra desse homem.
      Documentário é uma das minhas produções favoritas. Gosto muito e estou retomando o hábito de assisti-los.
      Fiz faculdade de Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo. E, nossa, como eu amei! É uma faculdade SUPER legal de fazer. É trabalhosa, mas muito divertida. Mudou minha vida. Expandiu meu modo de pensar e viver a vida. Sério, mesmo! Nunca escrevi sobre faculdade no blog, mas vou pensar no caso.

      Fotografia é arte. Cada um tem um jeito de olhar o mundo e quando se é fotógrafo, isso fica mais claro ainda em cada registro.
      bjão!

Deixe um comentário:

Navigate