O Bebê de Rosemary

o_bebe_de_rosemaryO Bebê de Rosemary é um clássico de terror escrito por Ira Levin e publicado em 1967. O livro conta a história do casal Rosemary e Guy Woodhouse que acabaram de se mudar para o apartamento dos sonhos em Nova York, apesar do imóvel ter sido cenário de uma morte, e está localizado no Bramford, um prédio antigo, rodeado de mistérios e moradores estranhos.

Rosemary é dona de casa, pertence a uma família religiosa, mas está afastada dos parentes, e Guy é um ator iniciante, ambicioso, que espera ansiosamente pelo seu grande momento de fama. Na nova moradia, eles conhecem Minnie e Roman, dois idosos atenciosos, até demais, chegando ao ponto de em alguns momentos serem inconvenientes. Minnie e Roman sempre recebem amigos em casa para reuniões e jantares. Em um jantar, Guy e Rosemary foram convidados. A princípio, Guy se opõe ao jantar, mas acaba cedendo por causa da esposa. Porém após a reunião as coisas mudam. Guy que não tinha simpatia pelo casal, passa a ter e a frequentar a casa deles, obrigando assim Rosemary a também se aproximar dos dois, apesar dela não querer pois passa a desconfiar de Minnie e Roman.

A medida que a amizade dos casais vai crescendo, a vida de Guy e Rosemary começa a mudar. Guy enfim consegue um papel importante e Rosemary realiza o sonho de ficar grávida. E aí começa, finalmente, a história do Bebê de Rosemary.

Ira não poupou páginas para escrever sobre a relação entre os dois casais, e principalmente sobre a relação de Guy e Rosemary, seus desejos e os planos futuros. Mas a história não fica lenta por conta disso, ao contrário, nós ficamos envolvidos naquela atmosfera e também a espera das boas novidades na vida do jovem casal. Assim como vamos ficando intrigados com Minnie e Roman e com a história do prédio onde eles vivem.

O bebê vai nascer mas será uma gestação cheia de mistérios, e claro, tensão e horror. E você vai querer pegar Rosemary no colo e levar pra sua casa. Vai querer tirá-la daquela situação onde o egoísmo e a ambição levam as pessoas a fazerem pactos inquebráveis e sobrenaturais.

7 Comentários

  1. O filme é um dos meus favoritos da vida. Se o livro for a metade disso, deve ser ótimo também.
    Está na minha listinha 🙂

    • Jeniffer Geraldine Reply

      Sério que vale super a pena ver o filme? Agora vou querer ver.
      Leia o livro. Gostei muito da leitura.
      Bjos

  2. Pingback: 5 coisas que estou amando atualmente

    • Jeniffer Geraldine Reply

      Depois vou pegar o filme pra ver.
      Nossas leituras compartilhadas estão ótimas!
      bjão

Deixe um comentário:

Navigate