Notas de junho/2021

Junho, o mês dos santos juninos, um período super esperado pelos nordestinos. E, infelizmente, seguimos mais um ano sem os festejos tradicionais. Seguimos, na verdade, mais um mês no caos desgovernado chamado Brasil.

Por aqui sigo indignada, mas esperançando junto com a família e amigos. Ri bastante com o vídeo do Esse Menino sobre os e-mails da Pfizer e me diverti com a Moça do Marketing descobrindo que não é mais jovem, mas sim cringe demais. Rir, minha gente, ainda é um dos melhores remédios.

Junho também foi o mês que resolvi aderir totalmente ao slow content. Para falar a verdade, meu projeto de conteúdo, assim como toda a minha presença digital, foi/está sendo repensado. As mudanças vão ser compartilhadas aos poucos nos diversos canais que mantenho presença. E o slow content, essencialismo e minimalismo atravessam essas mudanças.

Mais algumas notas sobre o mês:

Precisei extrair 3 dentes por conta do tratamento ortodôntico. Algo bem chatinho, mas encarei com coragem. O primeiro tratamento que fiz não foi o adequado para o meu caso e desde o início do ano reiniciei tudo. Agora é paciência.

Eu voltei para Salvador em abril e foi muito bom ter voltado para minha rotina. Algo que ainda não tinha feito, mas fiz em junho, foi comprar flores para casa e para mim. Eu acho tão maravilhoso. Flores alegram a casa.

Passei quase 3h sentada na porta de casa com minha Avó. Essa é uma experiência sempre interessante e que já rendeu uma crônica. Sem dúvidas, outras virão porque sentar na porta de casa com Vó é sempre um acontecimento. Sentar na porta de casa é algo de grau mais alto que cringe. Eu queria que isso ainda fosse possível em muitos lugares.

Para celebrar o meu sol em câncer, mudei o visual. Fiz um corte no cabelo inspirado nos anos 70, a franja cortininha. As inspirações foram Camila Coutinho e Matilda Djerf. Eu sigo com o projeto JenJen cabelão. Mas estou pensando em manter esse corte que combinou bastante com meu cabelo ondulado e o formato do meu rosto. Em tempo: tem pouco mais de um ano que uso a linha para cabelos ondulados da Lola. Meu cabelo se deu super.

Por aqui não saiu do play o último lançamento de Nando Reis em parceria com a Pitty, Um tiro no coração. Nando e Pitty são dois artistas que acompanho desde a adolescência. Já fui a muitos shows do Nando. Ouví-lo sempre me traz boas lembranças. E Pitty já embalou demais a trilha sonora da minha vida. Então essa parceria bateu forte aqui.

Pois é, as notas do mês agora vão ser no formato texto. Relembrando os tempos bons dos blogs como diários para compartilhar e deixar registrado momentos da vida.

Julho é o mês do meu aniversário. Espero que seja um mês bacana para todos nós!

Confira também:

Os favoritos do mês de junho/2021 | Diário Cult

Me siga no Instagram para acompanhar um pouco mais do meu cotidiano

Assine a news para acompanhar as notas da semana

Espalhe por aí:

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.