Ninguém – Karen Alvares

Ninguém – Karen Alvares

De acordo com o aplicativo Kindle no meu celular, a leitura de Ninguém duraria três minutos. O app só não avisou que seriam três minutos tensos. No conto escrito por Karen Alvares, que faz parte da coleção Contos do Dragão (Editora Draco),  conhecemos um jovem hacker que vive mergulhado na deep web, o submundo da internet onde se escondem criminosos de todos os tipos (se você gosta do tema, indico a série CSI: Cyber). 

Um velho ditado diz: quem procura, acha. O jovem hacker tanto procurou que achou. No breve conto, nós acompanhamos o relato angustiante do que foi o encontro do hacker com quem e o quê ele tanto procurava nas profundezas da internet.  O curioso aqui é que o rapaz estava a procura de assassinos, porém a intenção não era de entregá-los para polícia, mas de conhecer um e seu mundo.

E o pior é que eu me achava incrível caçando nas camadas mais profundas da web o horror produzido por esses que se dizem humanos, mas não são.

Até que o encontrei.

Se pode ser perigoso conhecer alguém através do Facebook, imagine da deep web. A leitura é rápida e o conto tem suspense e horror na medida certa. No mais, cuidado com o que você procura e compartilha na internet.

Publicado porJeniffer Geraldine

escritora, jornalista, mestranda em crítica cultural


5 Comentários

  • Karen Alvares

    10/11/2015 at 12:14 Responder

    Que delícia encontrar essa resenha! Obrigada por ler meu conto e pelas palavras. Espero que continue acompanhando meu trabalho! 😉
    Beijos!

    • Jeniffer Santos

      10/11/2015 at 14:01 Responder

      Parabéns, Karen! Muito bom o conto. Com certeza ficarei de olho no seu trabalho.
      Beijos <3

  • Diego França

    22/11/2015 at 00:12 Responder

    Oi Jen!
    Eu gostei da ideia do conto. Acho que esse é um momento em que qualquer crítica e alerta sobre o que você posta na internet se faz necessária e super bem-vinda.

    Bjux, lindona.

    Diego, Blog Vida & Letras
    http://www.blogvidaeletras.blogspot.com

  • […] que não fiquei sem ler. Finalizei 3 leituras: Ninguém, Cyberstorm e A Cor Púrpura – esse último li, principalmente, por causa da insistência da […]

Deixe um comentário