Não seja multitarefa

Conversar com alguém enquanto olha o celular ao mesmo tempo em que come uma salada de frutas. Quando na verdade deveria era atualizar o planejamento do mês. Dois erros: procrastinação e multitarefa.

Por muito tempo ouvimos por aí que ser multitarefa era algo produtivo e eficiente. Mas estavam nos enganando. Fazer mil coisas ao mesmo tempo é muitas vezes não fazer nada com qualidade. Podemos realizar as mil tarefas, mas será que vamos ter realizado com todo nosso empenho e capacidade?

Um exemplo da minha rotina: eu preciso editar os vídeos pro canal e também quero ver a série do momento. O que eu fazia? Editava vídeo assistindo a série. Mas comecei a perceber que estava demorando mais tempo pra editar o vídeo porque em alguns momentos a série me prendia e eu me perdia na edição. Precisava começar tudo de novo e parar pra entender o que estava fazendo. E aí lá se vai mais tempo. No final, algo que deveria ser simples de fazer, demorava muito. Eu perdia mais tempo do que planejado e, detalhe, não aproveitava tudo da série que tanto queria ver.

Parei de editar vídeos dessa maneira. Agora prefiro sentar, editar tudo e só depois passar pra uma próxima tarefa. A edição fica bem melhor, claro, e eu faço em menos tempo.

A jornalista Ana Prado, no seu recém-lançado livro Seja mais produtivo. Agora., diz:

Muitos de nós cultivamos a ilusão de que é possível fazer várias coisas ao mesmo tempo, não importa quantas vezes já tenhamos tentado e falhado nisso. Mas precisamos encarar os fatos: não existe multitasking. O que existe é a alternância de tarefas (ou task switching, em inglês). Esse, aliás, é o termo usado nos estudos científicos sobre o tema. (pag 144)

Ou seja, não estamos fazendo várias coisas ao mesmo tempo. Estamos trocando de tempos em tempos de tarefa, sem priorizar e se dedicar ao que devemos no momento. E isso é ruim não só por causa da produtividade e gestão de tempo, mas para nosso cérebro e saúde mental. Estamos falando aqui de atividades que dependem de raciocínio, pois é possível realizar, por exemplo, uma atividade física ao mesmo tempo que lê um livro ou escuta música.

Sei que foco é algo bastante difícil para algumas pessoas. O mundo hiperconectado em que vivemos também não está ajudando muito. Eu estou escrevendo esse texto e pensando nas mensagens do Whatsapp e olhe que não deixo as notificações ativas, mas a curiosidade e o sentimento de que estou perdendo algo (sei lá o quê) são maiores. Isso é bem chato muitas vezes. Afinal tudo vai continuar lá e eu posso ter acesso a tudo assim que pegar no celular.

Muitas vezes somos tão rápidos em passar de uma atividade para a outra, ou de um pensamento para o outro, que é compreensível achar que estamos fazendo tudo ao mesmo tempo. Mas, se no dia a dia conseguimos nos enganar, quando pesquisadores pedem para que pessoas façam isso em laboratórios, vêm à tona erros que costumamos ignorar. E pior: as consequências do multitasking de mídia como hábito são negativas mesmo quando a pessoa está fazendo uma única tarefa e seu celular e computador estão desligados. (pag 148)

Ana traz no livro seis dicas para evitar ser multitarefa:

  1. Planeje-se sempre;
  2. Organize em blocos as atividades que costumam distraí-lo, ou seja tenha horários fixos durante o dia para checar e-mails, redes sociais e outros aplicativos que tomam muito seu tempo;
  3. Combine tarefas complexas com outras simples (faça o mais difícil primeiro e depois faça algo mais simples);
  4. Aprenda a dizer não e a delegar tarefas;
  5. Reserve um tempo ocioso para o bem do seu cérebro;
  6. Durma bem.

De todas as dicas acima, a mais complicada pra mim é a número 2. A gente entra naquele mar infinito de notificações, começa a navegar pela timeline, a ler matérias que não deveríamos e entrar em tretas digitais. E o pior é que o mundo inteiro está nessa mesma situação. Então se eu não ver a marcação de um amigo no Facebook, ele vai no Whatsapp me avisar. Se não responder o e-mail na mesma hora, recebo mensagem. Aí lá se vai foco, planejamento e saúde!

Eu estou tentando colocar em prática a ideia de que se não dá pra mudar o mundo, vamos mudando nossos comportamentos. O e-mail vai esperar, a ansiedade de ver as mensagens nas redes sociais precisa diminuir. O foco é o agora. O momento agora. É aquela velha história: viva um dia de cada vez. Adaptando fica: faça uma tarefa de cada vez.

Dica de leitura:

 

 

 

 

 

 

Comprei o livro na banca de revista do Shopping Paralela (Salvador|BA). A Ana Prado vai nos ajudar a eliminar a procrastinação, fazer o tempo render e trabalhar melhor com menos esforço. Super indico a leitura. Talvez você encontre também numa banca de revista/jornal da sua cidade. 😉

Espalhe “Não seja multitarefa” por aí! 😉 

14 Comentários

  1. Thamiris Alves Reply

    Concordo Jen, às vezes a gente precisa porque a vida cobra muito, mas sempre algo fica malfeito se vc faz várias coisas ao mesmo tempo.

    • Jeniffer Geraldine Reply

      Pois é, Thami.
      Fora que não faz nada bem pra saúde.
      bjão

  2. Geraldine, eu já disse que te amo? Pois é, eu te amo por escrever matérias que vem ao encontro das minhas necessidades.

    Super adorei as dicas tragas pela Ana e por essa dica de livro traga por você.Tenho tentado ao máximo me organizar, não fazer tudo ao mesmo tento (ou tentar e falhar, na verdade), mas não tem sido muito fácil.

    Obrigada demais por essa super dica. Amei! ♥

    Cris
    Plataforma 9 3/4

    • Jeniffer Geraldine Reply

      Cris, fiquei super feliz com seu comentário.
      E tb te amo! hahah <3 #melhorgrupo #pactoliterário
      Continue tentando! E, qualquer coisa, estou por aqui.
      Bjão

  3. Jeni! Jeni! Jeniiiiiiiiii! Que post incrível e necessário!
    Eu super concordo com o que você trouxe aqui, esse lance de multi-tarefa me irrita de uma forma! Detesto quando estou conversando com alguém e a pessoa está lá no celular fazendo outra coisa, além de não fazer nem uma e nem outra coisa, ser multi tarefa pode deixar as pessoas ao seu redor incomodadas e coma impressão de que você não tem muita educação.
    Parabéns pelo texto maravilhoso!!!!

    • Jeniffer Geraldine Reply

      Nossa, eu fico tentando me policiar em relação ao uso do celular, Luke.
      Às vezes é bem difícil. hahaha
      Mas vamos que vamos!
      bjão <3

  4. Eu sou muito multitarefa e sei que não é algo bom. Minha mente acaba querendo fazer várias coisas ao mesmo tempo, como se fossem várias abas abertas no navegador huahuhahua.
    Isso pode estar relacionado à minha ansiedade :c

    Com amor,
    ♥ bruna-morgan.blogspot.com ♥

    • Jeniffer Geraldine Reply

      Sua mente não trabalha com abas do chrome. hahahaha
      precisamos sempre lembrar isso.
      Inclusive esse hábito de ter várias abas é bem chato, né? Eu evito ao máximo.
      Eu tb acredito que tem relação com ansiedade.Vamos cuidar disso aí, hein…
      bjão <3

  5. Jen, como sempre, excelente postagem! Essa semana ainda pensei sobre isso (menina, já comentei algo assim aqui no blog, de que recentemente pensei em tal coisa haha estamos conectadas!). Eu costumo fazer muita coisa ao mesmo tempo. Então estava arrumando a casa, fui até a lavanderia para pegar uma pá e lembrei de colocar roupa na máquina de lavar. Parei de limpar a casa e fui fazer isso. Saí da lavanderia sem a pá, lembrei que tinha que ferver água para fazer o arroz. Fui fazer isso. Aí pensei: a máquina está quieta… fui ver, e não tinha ligado na tomada HAHA. Aí parei, respirei. Terminei de fazer as coisas na ordem: lavar o arroz, ligar a máquina e terminar de limpar a casa kkkkkk (e o arroz nem queimou! haha).

    Uma das melhores coisas que fiz no ano passado, quando passava por uma “crise de ansiedade”, se é que posso chamar assim, foi retirar os sons de notificação do meu celular. E sair de vários grupos de Whats (e do face também). Muito além de tomar meu tempo, me deixavam angustiada… saber que tinha mensagem, e não visualizar na hora. E isso estava me deixando num nervosismo, que nunca havia sentido. Acabei fazendo isso, e deixo até hoje. Também parei de usar frequentemente o celular quando estou com meus pais, por exemplo. Realmente é falta de educação… e a mensagem não irá sumir rs
    Amei o texto! Beijão!

    • Jeniffer Geraldine Reply

      Estamos em sintonia, Dani! <3
      Menina, eu ri dessa sua história, viu?! hauhauha Isso já aconteceu comigo também.
      Essa "limpa" digital é essencial. Eu estou tentando me controlar em relação ao uso das redes sociais e whatsapp. Acho que já larguei de mão e muito o Facebook.
      Vamos que vamos!
      E qualquer coisa, estou por aqui.
      bjão

  6. Oi, Jen! Eu fui por muito tempo alguém que fazia muitas coisas ao mesmo tempo. Sempre consegui entregar o que me pediam mas não sentia que era muito produtiva. Mudei bastante nesse sentido. Sou mais focada, respiro entre uma atividade e outra mas ainda preciso melhorar. Também emperro naquele número 2, não consigo respeitar horário para checar email e redes sociais!

    http://belsantanna.com/

    • Jeniffer Geraldine Reply

      Te entendo, Bel.
      Bom saber que você está conseguindo encontrar um equilíbrio.
      O número 2 é complicado, né?
      Mas vamos tentar!
      bjão

Deixe um comentário:

Navigate