Skip to content →

Na tela: livros brasileiros

Caso você não seja tão chegado a uma leitura, resolvi separar também algumas versões cinematográficas e televisivas de livros brasileiros. Quem sabe a partir delas você não sinta vontade de ler a obra original? E caso já tenha lido o livro, esqueça as ideias “o filme é melhor que o livro”, “o livro é muito melhor que o filme” ou “nossa! é bem diferente do livro”, e conheça o universo, a proposta!

 

Quincas Berro D’Água

Simplesmente amei o livro e o filme. Indico os dois!

? A história é sobre de Joaquim Soares da Cunha, pai e marido exemplar que joga tudo para o alto depois que se aposenta. É assim que ele se muda para uma pocilga com a intenção de apenas curtir a vida, adotando o nome de Quincas Berro D’Água. Não muito tempo depois Quincas é achado morto em seu quarto, e a família tenta apagar da memória os anos de loucura.

Eu receberia as piores notícias dos seus lindos lábios

O filme me incomodou um pouco porque abusou muito do corpo da Camila Pitanga, mas tirando isso gostei bastante, principalmente da fotografia.

? Um triângulo amoroso envolve Cauby (Gustavo Machado), um fotógrafo de passagem pelo interior da Amazônia, a bela e instável Lavínia (Camila Pitanga) e seu marido, o pastor Ernani (Zecarlos Machado), que acredita ser possível consertar as contradições do mundo.

? Leia sobre o livro

Capitães da areia

Se você esquecer que os atores mirins são iniciantes, dá para gostar e muito do filme.

? Na capital baiana Salvador, nos anos de 1930, menores abandonados que vivem nas ruas enfrentam toda sorte de dificuldades. Conhecidos como “capitães da areia”, são liderados pelo jovem Pedro Bala, praticando crimes como roubo e estupro.

Divã

O filme é baseado na obra da Martha Medeiros e tem como atriz principal a Lília Cabral, ou seja ganhou meu coração.

? Mercedes (Lília Cabral) é uma mulher de 40 anos, casada com Gustavo (José Mayer) e mãe de dois filhos, que decide procurar um psicanalista. A princípio, a decisão, que seria apenas para matar uma curiosidade, provoca uma série de mudanças em seu cotidiano. No divã, Mercedes questiona seu casamento, a realização profissional e seu poder de sedução. A melhor amiga, Mônica (Alexandra Richter), companheira de todos os momentos, vê de perto a transformação de Mercedes e participa de suas novas experiências e descobertas, apesar de nem sempre concordar com suas escolhas.

O Auto da Compadecida

Nunca li o livro mas sem dúvidas esse é um dos meus filmes favoritos. As atuações de Matheus e Selton são sensacionais!

? As aventuras de João Grilo (Matheus Nachtergaele), um sertanejo pobre e mentiroso, e Chicó (Selton Mello), o mais covarde dos homens. Ambos lutam pelo pão de cada dia e atravessam por vários episódios enganando a todos da pequena cidade em que vivem.

Séries e novelas:

A casa das 7 mulheres

Para mim, é uma das melhores produções da televisão brasileira. Assista!

? Adaptação da obra homônima da gaúcha Letícia Wierzchowski mostra o papel das mulheres nos bastidores da revolta conhecida como Guerra dos Farrapos.

Gabriela

Juliana Paes me convenceu como atriz em Gabriela, mas é o conjunto da obra que ganha o mérito – mais uma super produção da Globo.

? Remake (2012) em formato compacto para o horário das 23 horas e baseado no livro Gabriela Cravo e Canela. Em 1975, Gabriela ganhou sua primeira versão para televisão com a atriz Sônia Braga.

Capitu

Aqui está minha série brasileira favorita. E digo apenas isso. 🙂

?Ópera, teatro, cinema mudo e elementos da cultura pop mesclavam-se em Capitu, baseada em Dom Casmurro, de Machado de Assis.

Essas mulheres

Que saudade que eu sinto dessa novela. Sério. Alguém aí teve a chance de acompanhar? Eu era um pouco nova, mas lembro que adorava. Tem alguns capítulos no Youtube.

? O autor Marcílio Moraes se inspirou nos romances de José de Alencar, Senhora, Diva e Lucíola, para escrever a telenovela exibida pela Record em 2005.

*A maioria das sinopses são do site Filmow – que eu super indico como rede social brasileira sobre filmes e série. Me adiciona lá. 😀

Publicado em Filmes Séries

3 comentários

  1. […] da Luisa Geisler. E caso você não seja tão chegado a uma leitura, separei alguns filmes e séries que são baseados em livros. Para fechar nossa semana “Leia Brasileiros”, Alan Nardi, novo colaborador, estreia sua […]

  2. Marcio Melo Marcio Melo

    Bom, quanto a Camila Pitanga “exposta” demais em “Eu Receberia…” não me foi um incômodo, e sim mais um incentivo ao filme que achei espetacular. Talvez se tivesse lido o livro antes teria uma opinião mais próxima da sua, mas nesse caso, vi apenas o filme.

    As outras obras eu li praticamente todas, mas nem todos os filmes (ou a série global) eu assisti. Quincas realmente foi um caso em que ambos funcionaram muito bem. Já Capitães, independente se são novatos ou nem eram atores mesmo, a atuação mirim prejudicou MUITO o filme.

Deixe um comentário:

%d blogueiros gostam disto: