Manhãs – espiritualidade e autoconhecimento

Eu costumava começar as minhas manhãs de olho nas redes sociais. Não era nada bom. Quando iniciei meus estudos em busca de bem-estar digital, sabia que precisava abandonar esse hábito. Uma das soluções foi incluir o hábito da leitura logo cedo. Em vez de pegar o celular para acessar o Instagram ou Twitter, pegava um livro ou o Kindle.

Para a leitura da manhã sempre escolhia um livro de desenvolvimento pessoal. Era uma forma de começar o dia de maneira positiva e inspiradora. Mas, de uns tempos para cá, decidi iniciar meus dias com foco em espiritualidade e autoconhecimento através de leituras espirituais simples, orações, meditações e a escrita em diários.

Começo o dia preenchendo o meu diário Uma anotação por dia – 7 anos de memória com os acontecimentos do dia anterior. Manter esse diário essencialista tem sido uma experiência maravilhosa. Me pergunto: “O que aconteceu de mais importante?” A reposta pode ser um grande acontecimento ou algo simples que mesmo assim fez uma diferença enorme na rotina.

Depois faço leituras com foco em espiritualidade. Gosto bastante dos livros no formato “uma mensagem por dia” e são eles que agora fazem parte desse novo ritual matinal. Para espiritualidade, estou lendo o Devocional com Papa Francisco – Meditações diárias para uma vida com Deus. O livro foi uma recomendação da Camile Carvalho. E traz uma passagem da Bíblia, uma reflexão e oração para cada dia do ano. Eu estou gostando bastante. Logo após a leitura do dia, costumo rezar o Pai Nosso, Ave Maria e repetir o mantra “Entrego, confio, aceito e agradeço”, e algumas outras orações que a mente pedir no momento.

Em seguida leio a mensagem de inspiração do dia no Meu livro da consciência: 365 mensagens para nossas boas escolhas de cada dia. Estou fazendo a leitura no Kindle pois o livro está disponível no Prime Reading (tem também no Kindle Unlimited). Outra leitura boa de fazer. Sempre gosto das mensagens que trazem ótimas reflexões sobre viver e conviver.

Para finalizar o ritual da manhã gosto de escrever no diário. Não escrevo todos os dias. Atualmente escrevo quando tenho necessidade da escrita. Mas tem semanas que essa necessidade é diária (risos). Coloco no papel o sonho que tive, como acordei no dia, como estou me sentindo, alguma decisão. Vou conversando comigo em um processo que agrupa desabafo, autoconhecimento e acolhimento.

Algo interessante para compartilhar é que estou fazendo o diário no formato digital com o aplicativo GoodNotes no iPad. Uma forma de usar o dispositivo intencionalmente. Ligo o iPad já sabendo para onde ir e o que fazer. Não sinto diferença nenhuma em relação ao papel. Preferi fazer assim porque posso adicionar umas fotos e imagens do dia.

Faz muita diferença começar as manhãs criando espaço para autoconhecimento e espiritualidade. Me sinto mais tranquila e atenta ao que interessa no dia. O mundo precisa que a gente cuide um pouco mais de nós. E acredito que, após esses pequenos momentos, quando colocarmos os pés para fora, vamos encarar tudo com um pouco de calma e gentileza.


Leia também: Diário essencialista – Uma anotação por dia – 7 anos de memória


Espalhe por aí:

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

6 comentários em “Manhãs – espiritualidade e autoconhecimento

  1. amei esse post porque nos últimos dias tenho pensado MUITO em como eu acordo e já fico com a cara colada no celular olhando e-mail e redes sociais (e no quanto isso é péssimo). ando até querendo reler algumas coisinhas do milagre da manhã pra ver se me inspiro kkkk tentar ler logo que acordo por aqui não dá, porque bate muito sono. mas o hábito de escrever é algo que quero muito retomar!

  2. Eu sempre me sinto mal quando começo o dia já no celular, tento evitar ao máximo. Minhas manhãs são corridas e não dá para começar logo com uma leitura (adoraria, mas tenho que agitar o café da manhã do filhote etc). Acabo deixando a leitura para o final do dia, quando também preencho o meu “One Line a Day”, o equivalente do seu “Uma anotação por dia”. Sou muito esquecida, acho que se deixasse para preencher no dia seguinte já teria esquecido tudo do dia anterior. Hahaha!

    • Rotina com filhote é mais agitada pelas manhãs. Também para quem trabalha fora é mais complicado. Já imagino qdo as coisas mudarem por aqui… terei que readaptar tudo!
      Minha ideia era escrever no final do dia MAS o sono vence! E aí passei a fazer pela manhã. hahaha

  3. Eu também mudei minha rotina matinal, agora faço minha xícara de café ou chocolate e vou para o quintal escrever no diário, escrevo só dois tópicos: uma memória boa e no que eu consegui me superar no dia anterior. Tem sido ótimo. Um livro bom pra ler pela manhã é “101 reflexões para mudar seu jeito de pensar”. Bjks

    • amei essa rotina e os tópicos!
      já vou procurar o livro.
      bjs