Flipped (O Primeiro amor)

Às vezes tudo que a gente precisa é de um filme fofo para animar a semana e acredito que Flipped cumpre bem esse papel.

O primeiro amor é um filme de 2010 dirigido por Rob Reiner, o mesmo diretor de Conta Comigo, e é baseado no livro Flipped, da escritora Wendelin Van Draanen. A história se passa nos anos 60 e tem como personagens principais Juli (Madeline Carroll) e Bryce (Callan McAuliffe), que se conheceram quando ambos tinham sete anos, após Bryce se mudar para vizinhança que Juli morava.

Para Juli foi amor à primeira vista, já para Bryce não. Ele achava a menina estranha e queria distância dela. Então várias vezes arrumou desculpas ridículas para afastar Juli, ao invés de ser honesto. O que o torna um grande babaca e faz com que a torcida para que Juli desista dele, e vá seguir sua vida, cresça e muito. Até que ambos estão com 13 anos e o jogo vira! E aí, só assistindo para saber o que fez o jogo virar e como tudo isso vai acabar.

tumblr_mjivp0xg831ro0ciro1_500

“Ele era tão tímido, tão fofo e seu cabelo cheirava como melancia.”

Flipped me conquistou por mostrar os dois lados da história. Para todos os fatos, conhecemos a versão de Bryce e logo em seguida a de Juli. O que deixou o filme dinâmico e cria aquela expectativa para saber como cada um lidou com determinado acontecimento. E isso também acaba mostrando o quanto a família e os amigos influenciam no amadurecimento das crianças e nas suas escolhas diante dos obstáculos e adversidades da vida. Já que é impossível deixá-los longe dos dramas familiares por mais que se tente.

A família é presente durante todo filme. Os personagens principais possuem famílias com modos de vida diferentes. Juli tem pais e irmãos bem simples e Bryce tem um lar que possui o padrão de vida financeiro mais alto e por causa disso a sua família acha que tem o direito de lançar julgamentos sobre o modo de vida dos seus vizinhos. Deixar os parentes participarem e influenciarem na história deles foi outro ponto que me chamou atenção no filme.

flipped25

960

Não preciso nem falar que a todo instante eu torcia pelo bem de Juli. Me identifiquei muito com a relação que ela tem com a família e o modo de ver a vida que ela começou a formar. A menina tinha a mania de subir numa árvore para poder olhar o todo, o céu, ouvir os pássaros, apreciar o nascer do sol. E o modo como ela amadureceu e começou a ver tudo de maneira diferente é algo lindo de acompanhar.

tumblr_njykavukav1sslcuoo1_500

"Alguns de nós são pálidos, outros brilhantes e outros são coloridos, mas, de vez em quando encontramos alguém que é irradiante... E quando encontramos, não há nada que se compare."

“Alguns de nós são pálidos, outros brilhantes e outros são coloridos, mas, de vez em quando encontramos alguém que é irradiante… E quando encontramos, não há nada que se compare.”

Indico para quem gosta de filmes sobre primeiro amor mas principalmente sobre amadurecimento. É daquele tipo que eu gosto sempre de trazer aqui para aquecer o coração.

Você pode gostar também de

Comentários 12

  • carol sena

    26 de setembro de 2016

    Responder

    eu estava mesmo procurando filmes novos pra ver, esse parece ser bem fofinho, vou ver sim, e o melhor tem na netflix, então fica fácil, vou lá e volto aqui te dizer o que achei.

    Blog Entre Ver e Viver

    • Jeniffer Geraldine

      26 de setembro de 2016

      Responder

      Muito fofo. Espero que goste.
      Beijos 😉

  • Vy

    26 de setembro de 2016

    Responder

    Nunca tinha ouvido falar desse filme, mas pareceu bem interessante!

    • Jeniffer Geraldine

      26 de setembro de 2016

      Responder

      Também não sabia da existência. Mas um brother indicou e gostei bastante. 😉

  • Marcio Melo

    27 de setembro de 2016

    Responder

    Que bom que curtiu, é difícil achar filmes de romances realmente bons e que fujam, pelo menos um pouquinho, do padrão chato das comédias românticas que surgem aos montes.

    • Jeniffer Geraldine

      27 de setembro de 2016

      Responder

      Verdade. Esse fez a diferença. Vale a pena compartilhar para mais pessoas assistirem. Bjs

  • KARINE

    27 de setembro de 2016

    Responder

    adorei a indicação (ainda mais por ter na netflix) ❤ nada como esses filmes fofos pra aquecer o coração quando a semana tá difícil, haha. entrou pra minha listinha aqui 🙂

    • Jeniffer Geraldine

      27 de setembro de 2016

      Responder

      Aaah <3
      Esses filmes são poderosos. Adoro!
      Assista mesmo que faz muito bem.
      Bjao

  • Allana Império

    27 de setembro de 2016

    Responder

    Conheci esse filme há muiiito tempo. Sou viciada nessas histórias de romance quase infantis, sabe. Tanto que Meu Primeiro Amor e ABC do Amor já foram meus filmes prediletos, sim, os dois. Flipped é realmente um amor, é lindo ver o quanto os dois amadurecem ao decorrer da história… Amo!
    Infelizmente, não tenho Netflix 🙁
    Beijos!

    Blog Insaturada
    Facebook
    Instagram do blog
    Instagram Pessoal

    • Jeniffer Geraldine

      27 de setembro de 2016

      Responder

      Allana, deu saudade de Meu primeiro amor <3
      Menina, tem tempo que ouvi isso de "não tenho Netflix" hahah mas entendo.
      Eu sou viciada. Gosto de saber que tenho a minha disposição milhares de títulos pra ver a qualquer hora.
      Beijos e volte sempre por aqui!

  • Michelle

    5 de outubro de 2016

    Responder

    Só de ver as imagens já deu vontade de assistir!
    Vou salvar a dica aqui para aqueles momentos em que só filmes fofos conseguem dar uma amenizada no desânimo. 🙂

    • Jeniffer Geraldine

      5 de outubro de 2016

      Responder

      Né… Fofura demais esses dois.
      Coloque na lista mesmo. Esse é para os momentos de desânimo com certeza. Hahaha
      Bjs

Deixe uma resposta