Filmes

Laerte-se

Laerte-se é o primeiro documentário brasileiro da Netflix. Dirigido por Eliane Brum e Lygia Barbosa da Silva, o filme conta como foi (e ainda está sendo) o processo de transformação e autoaceitação da cartunista Laerte como uma mulher transgênero.

Enquanto faz reforma na casa e decide se coloca ou não implante nos seios, Laerte vai contando de forma sincera e bem-humorada sobre esse processo íntimo e libertador que é se aceitar e se mostrar ao mundo de verdade. E apesar de não gostar de ser objeto de pesquisa e foco de atenção, a cartunista não deixa de expor para as câmeras algumas de suas verdades e medos.

Minimalism: um documentário sobre as coisas importantes

Destralhar é uma palavra que entrou no meu vocabulário e na minha vida tem pouco tempo. Significa, no geral, se desfazer de coisas (roupas, objetos, etc) que estão acumuladas em casa sem nenhum uso. A ideia, antes de se desfazer de algo, é questionar se aquele objeto/sentimento é realmente necessário na sua vida. E se perguntar sobre isso diariamente, a cada momento em que sentir a necessidade de comprar algo, pode ressignificar o seu modo de consumo.

O sal da terra

Me apaixonei pela obra do fotojornalista Sebastião Salgado na época da faculdade de Comunicação. Fiquei encantada pela fotografia em preto e branco e, principalmente, pela mensagem social passada em cada retrato produzido por ele. Eram sempre fotos expressivas, algumas até chocantes, mas tinham uma beleza sem igual.

Então a minha alegria foi grande em saber da produção do documentário O sal da terra (2014), que nos conta sobre a vida e obra desse importante fotógrafo brasileiro. E ao mesmo tempo é um presente para os admiradores da fotografia.

Navigate