Cotidiano enfeitado

Comecei a ler por acaso o livro Um sopro de vida, da Clarice Lispector. Nele há um fala de Ângela:

Tenho profundo prazer em rezar – e entrar em contato íntimo com a vida misteriosa de Deus. Não há nada no mundo que substitua a alegria de rezar. Hoje varri o terraço das plantas. Como é bom mexer nas coisas deste mundo: nas folhas secas, no pólen das coisas (a poeira é filha das coisas). Meu cotidiano é muito enfeitado. Estou sendo profundamente feliz. (p. 36)

Meu cotidiano é muito enfeitado – Penso nesta frase e na construção de um cotidiano afetivo como parte do cuidado de si. Incluir no nosso dia coisas, momentos, que nos tragam alegria.

Um café da manhã degustado com calma. Aquela música para cantarolar junto. O perfume que vem das almofadas do sofá. As flores colhidas do jardim do condomínio. Os livros na estante. Arte e fotografias na parede. O momento de molhar e cuidar das plantas na varanda. E o que mais couber no cotidiano para fazer da vida um pouco mais.

Espalhe por aí:

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

12 comentários em “Cotidiano enfeitado

    • Eu gosto bastante dessa frase. É um exercício complicado mas importante, ainda mais nos tempos em que vivemos.
      bjs

  1. Cotidiano enfeitado… cotidiano afetivo… lindos termos para tirar da gente do automático e do lado pesado dos dias. Uma boa lembrança 🙂

  2. Lindo isso Jeniffer. É sempre uma boa ideia incluir essas pequenas alegrias no nosso cotidiano, elas deixam a vida mais bonita e mais leve. <3

  3. Clarice sempre rende boas reflexões né? Amo!

    Precisando enfeitar mais o meu, haha

  4. amei o post e o termo “cotidiano enfeitado”, muito lindo <3 fiquei inspirada a também fazer um post sobre as coisas que deixam minha rotina mais leve e bonita :')

    beijos e uma ótima semana por aí!

  5. penso que a gente precisa encontrar beleza nessas pequenas coisas do cotidiano pra não enlouquecer mesmo (com a rotina, com esse país). amei o post <3