Cadernos 2022

Apesar de gostar bastante de tecnologias digitais, nunca cheguei a abandonar o papel. Isso porque o hábito de escrever e ler em algo físico me traz um nível de foco que não posso ignorar, ainda mais no tempo em que nossa atenção é disputada por diversas plataformas e distrações.

Eu fico indo e voltando para o papel. Não posso mentir. Nem sempre é algo constante. Mas eu já consegui identificar o motivo da inconstância. É a tal da praticidade. A gente sabe que o digital é prático. Dois cliques e está logo aí o que precisamos e buscamos. Acontece que, do ano de 2021 para cá, eu precisei assumir que era necessário deixar de lado (um pouco) a praticidade em algumas atividades da minha rotina para buscar outras práticas que me ajudassem com foco e conexão no presente. E, sem dúvidas, o papel e uma boa caneta (tá, canetas, marcadores, post-it, etc) me ajudam muito. 

Por tudo isso, retomei com gosto o uso de cadernos. Sim, no plural. Porque apenas um não dá. E hoje quero compartilhar aqui no blog meus cadernos atuais e o objetivo de cada um no meu dia a dia. Resolvi começar do menor para o maior. 

BLOCO DE NOTAS – CAIXA DE ENTRADA

Comprei esse bloco na Daiso quando fui em São Paulo em 2021.

Um bloco de notas simples que serve como caixa de entrada. Uma ferramenta que conheci através do GTD. O objetivo é sempre ter o bloquinho por perto para anotar aqueles lembretes que nossa mente envia a todo momento e que não estão relacionados à atividade em execução. É uma ferramenta de ouro! 

CADERNO DE REUNIÕES

Eu recebi esse caderno personalizado na Mostra Literária de Salvador porque fui uma das embaixadoras. 

Um caderno de tamanho A6 para anotar as demandas e insights de reuniões. Uso apenas para isso. E às vezes acontece de desenhar algumas loucuras por lá. É que tem reunião né… enfim! =X

CADERNO DE TUDO

Estou usando um caderno inteligente e gostando bastante da experiência.

Um caderno para anotar tudo mas que eu não anoto tudo! 😀 É o famoso commonplace book. E por aqui eu também gosto de chamar de caderno de referências.

Eu escolhi um tamanho A5 porque é ideal para o uso que faço. Costumo criar anotações sobre filmes, séries, pós-leitura, frases interessantes, podcasts que escuto, lives e vídeos que assisto, coisas malucas do dia, rascunhos de textos, ideias, planejamentos diversos. 

Nesta semana fiz algo que nunca mais tinha feito. Escrevi uma crônica inteira no caderno de tudo. E foi maravilhoso ter esse tipo de experiência novamente. Mas eu posso falar sobre isso depois. Já anotei na caixa de entrada! 😉

CADERNO DO DOUTORADO

Eu queria um caderno lindo para o doutorado. Então escolhi um da Loja Nuvens de papel.

Um espaço para: fazer as anotações durante aulas, encontros do grupo de pesquisa e eventos relacionados ao programa; rascunhar as ideias de artigos e insights para pesquisa.

CADERNO DA ESPECIALIZAÇÃO 

Escolhi essa caderneta G da Jandaia. Uma super descoberta de papelaria. Linda e com ótimo material.

Estou fazendo uma especialização em Sociologia. E decidi que teria um caderno apenas para as anotações dos estudos porque ele já ficaria como um caderno de referência para preparação de aulas. 

CADERNO DE ESTUDOS

Estou usando o caderno criativo da Cícero. Lindo e com qualidade excelente!

Algo que me ajudou bastante durante o mestrado foi fazer fichamentos dos principais textos e livros. Na época, eu fiz tudo em folhas de fichário e guardei em pastas arquivo. Mas elas são grandinhas e fica complicado manter esse trambolho a longo prazo (veja uma foto aqui). Então decidi que para o doutorado ia manter um caderno argolado. É um espaço para os fichamentos e resumos dos livros/ artigos lidos. E também para anotações de cursos. Dá para organizar tudo direitinho usando divisórias.


Meus cadernos atuais e antigos ficam em um nicho da minha estante. Eles são como livros dos meus aprendizados ao longo da vida. 

Tem alguma dúvida ou curiosidade? Vamos conversar sobre cadernos e aprendizado nos comentários! 😉


Este post inaugura a volta da parte blog do blog. Resolvi voltar a produzir neste espaço como se ele fosse também um diário virtual e não apenas um portfólio e um site pessoal. 

*Você contribui com o blog se adquirir os produtos através dos links da Amazon deste post. 

Espalhe por aí:

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

23 comentários em “Cadernos 2022

  1. Ah, que gostoso esse tipo de post/texto, Jen <3
    Adorei saber como você usa seus cadernos ^^ Eu tenho os meus também, quem sabe não faço um post mostrando hehe.
    Bjs 😉

    • Aaah, faz sim! Eu amo ver esse tipo de conteúdo. Vou amar ver seu post!
      bjs

  2. Eu amo cadernos! Tenho um pra estudos, outro que uso como agenda, um para receitas, outro para estudos da biblia…
    Mas os meus não são bonitos igual o seus não… Fiquei com vontade de arrumar eles com capas bonitas assim!

    • Mais gente bacana para a comunidade dos cadernos! <3
      Aaah eu amo um capa bonita. Não vou negar. Ou bonita ou simples com uma cor que gosto. x)
      bjs

  3. aaaa que tudoo, tem umas 3 semanas que penso em falar dos cadernos que tô usando e até agora não escrevi sobre, mas quando vi seu post logo me deu mais vontade de fzr também obrigada pela partilha, amei ver os seus cadernos e o jeito que você usa cada um (e eles tão a coisa mais linda na sua prateleira) beijos

  4. Oi! Que delícia de postagem Jeniffer. Eu também transito entre online e físico, em alguns momentos mais em um do que outro. Atualmente mantenho três cadernos físicos, o bloco de notas, o caderno de tudo e um de registro/ diário. Beijo Fran

    • Obrigada, Fran! O caderno de tudo e o bloco de notas – bons companheiros! <3
      bjs

  5. Pingback: notas da vida: maio/2022 - Jeniffer Geraldine

  6. ahhh eu AMO cadernos! também sou apaixonada pela praticidade do digital, mas não consigo largar essas coisinhas de papelaria. também tenho esses momentos de deixar um pouco mais de lado (tô passando por isso agora mesmo) mas logo a saudade bate e acabo voltando. amei conhecer seus cadernos <3 e tenho um CI com essa capa!

    • eu decidi que agora vou super levar a sério (#oremos) meus cadernos físicos kkkk a experiência tem sido muito boa! desde qdo vi esse CI me apaixonei! fui na loja já sabendo qual queria. 😀

  7. Oi! tudo bem? adoro esse tipo de conteúdo! e que coisa boa ler uma postagem no blog, sinto falta de quando o conteúdo não era perdido numa scrollagem infinita. Dá até vontade de ter um blog também haha

    Posso fazer dois pedidos? Podes falar sobre como tu fazes os fichamentos? Sempre quis entender como funciona, mas não achei uma referência ou só não entendo o conceito, sabe? E o outro pedido é sobre continuar com as postagens e as news, gosto de lê-las.

    Ótimo dia pra ti! Obrigada pela conteúdo

    • Oie, Eduarda! Obrigada pelo comentários e sugestões.

      Eu sempre fiz fichamentos com uma mistura de resumo e resenha. Busco selecionar passagens importantes do texto. Faço isso tanto na forma de apontamento (aquela lista de tópicos) como também de citação direta (do jeito que a autora falou) fazendo a referência. Vou também escrevendo as minhas interpretações (o que entendi sobre a citação ou até mesmo porque resolvi selecioná-la entre tantas). E escrevo com minhas palavras um resumo de um tópico do texto ou capítulo do livro. Tudo isso depende do objetivo da leitura. Faço esse processo mais completo quando é um livro de estudo importante. Indico alguns livros que tratam sobre anotações e leituras: Como educar sua mente (Susan Bauer) e A arte de pesquisar (Mirian Goldenberg).

      Fico feliz em saber que gosta de ler o blog e a news. Me reencontrei nesses espaços e pretendo continuar sim!
      Obrigada pela visita!
      bjs

  8. Tenho usado cadernos para tomar notas, escrever esboços de histórias e crônicas também. No mínimo duas ou três vezes por semana uso meus cadernos, isso porque com o trabalho remoto eu criei uma aversão ao “office” e meu notebook que me faz querer ficar um pouco longe das ‘facilidades’ tecnológicas.

    No celular eu consumo bastante coisa, leio, mas para tomar notas não rola para mim (ainda bem)

    • Eu até que uso o celular para tomar notas, principalmente quando é sobre algum filme ou série. Uso o Evernote. Todo mês abro duas notas, uma de filme e outra de série. E vou fazendo anotações sobre o que estou assistindo. Funciona porque geralmente vejo algo enquanto estou comendo (rs) ou já quase dormindo no escurinho.

  9. Delícia de ler Jen. Tô voltando a ler Blogs e Revistas! Fiquei incentivada pela tua news!

  10. Eu sou louca por cadernos. Eu gosto de dividir por assunto, porque acho que me localizo melhor. O caderno de tudo (adoro nome .br hehe) me dá uma certa angustia justamente por isso. Tentei ter uma vez, mas eufico agoniada só de pensar em misturar tudo.

    Meu sonho eesse da Cícero. Um fichario compacto,que permite reordenar as coisas. Assim que tiver condições, terei um.

    Um beijo!

    • Eu só não sinto essa agonia com o caderno de tudo porque não uso para estudos. São anotações mais simples. Daí não vejo problema na mistura. E por isso tenho outros tantos cadernos. hahaha
      Eu paquero o fichário da Cícero desde o lançamento. Nem pensei duas vezes quando deu para comprar. 😀
      bjs

  11. Pingback: Atualização | Cadernos 2022 - Jeniffer Geraldine - blog

  12. Pingback: Anotações de estudo - Jeniffer Geraldine - blog