Batman – O longo Dia das Bruxas

Super Detetives no Subindo no Telhado? Nada melhor do que falar de um dos maiores, o Batman. Sim, o Morcegão é um baita detetive e diversas histórias ao longo dos seus 75 anos de existência estão aí para comprovar. Pra tentar te convencer, escolhi um arco clássico do Morcego, originalmente lançado em 1996/97 nos EUA, O longo Dia das Bruxas, que é roteirizado por Jeph Loeb e conta com a arte de Tim Sale. No Brasil, a Panini relançou a HQ (esgotada há tempos) este ano.

A obra foi lançada originalmente em 13 partes e posteriormente publicada em forma de encadernado. Escolhi essa história em especial por ter uma clássica abordagem investigativa. A trama se passa numa Gotham dominada pelo crime e controlada pelas famílias de mafiosos, que têm nas mãos diversas autoridades. Carmine Romano Falcone e Salvatore Maroni chefiam as principais famílias que no decorrer da história se confrontam pelo controle de Gotham. Enquanto Batman, o até então Capitão Gordon e o promotor público Harvey Dent se unem para transformar a cidade, um misterioso assassino batizado de Feriado inicia uma série de crimes que vai mexer com a vida de todos na metrópole. Me pareceu, com seu estilo noir, que O longo dia das bruxas se inspirou na saga da família Corleone, dos filmes O poderoso chefão. E este clima permeia toda a trama.

Em todo início de capítulo vemos uma arte especial logo abaixo do título. E o primeiro já nos leva para as clássicas histórias de detetive, recebendo o título de Crime. É aí que o mote da história nos é apresentado. Um membro da família mafiosa Falcone é encontrado morto em uma banheira, sendo deixado ao lado do corpo uma pistola calibre 22 com o número de série raspado e uma abóbora que faz menção ao Dia das Bruxas. A investigação parte daqui e vemos surgir a cada capítulo fatos novos e outras mortes.

batman-o longo dia das bruxas - foto alan nardi (4)

Os assassinatos são sempre realizados em datas comemorativas: Ação de Graças, dia de São Patrício, Dia dos Namorados, Natal, etc. Como toda boa história de detetives o assassino deixa pistas e na história, sempre a pistola calibre 22 e um objeto que remeta à comemoração. Ao longo da investigação Batman se confronta com vários vilões conhecidos de suas tantas aventuras. Vemos a Mulher Gato, o Coringa, Hera Venenosa, o Charada, o Espantalho, o Chapeleiro Louco, etc.

Esta série de assassinatos, principalmente de integrantes da família Falcone, coloca as famílias em guerra e Gotham à beira do caos. E a história segue. Se você, amigo leitor, ainda não se interessou, seguem algumas outras informações na tentativa desesperada de te convencer a ler este clássico dos quadrinhos.

Este quadrinho, em particular, inspirou em muitos aspectos o filme O Cavaleiro das Trevas, dirigido por Christopher Nolan. Na edição definitiva da obra temos uma pequena entrevista com o diretor, na qual ele afirma que O longo Dia das Bruxas se destaca por ser uma das histórias mais ambiciosas do Batman. O tratamento dado a Harvey Dent é retratado no quadrinho e no filme de forma semelhante e a transformação do personagem é espetacular. Além disso, esta edição definitiva traz uma entrevista com Jeph Loeb e Tim Sale. Temos ainda um esboço da história, explicando cada um dos capítulos e a arte das capas lançadas fora do Brasil. Gostei muito da arte do Tim Sale e achei que combinou perfeitamente com a história, mas você mesmo pode julgar nas imagens abaixo.

 

Sem mais, posso te garantir que a leitura é diversão certa mesmo que você não seja um leitor de quadrinhos. Tá esperando o quê?

Até a próxima.

Leia mais posts da coluna Hell’s Kitchen

carrinho-de-comprasSaraiva / Amazon / Submarino / Livraria Cultura

NEWS-MAIOR

Você pode gostar também de

Deixe uma resposta