Posts por Eloy Vieira

10 filmes latinos para ver na Netflix

Nós, aqui do Brasil, muitas vezes não nos damos conta da quantidade de coisa boa que nossos vizinhos andam fazendo por aí nas telonas. Por isso mesmo resolvi abrir meu Netflix há alguns meses e tracei a meta de assistir mais filmes latinos, especialmente os argentinos, que dão aula de como fazer filme bom, né?

Como gosto de filmes com temáticas bem dramáticas, daquelas que bate uma depressão quando o filme acaba (sou desses), aconselho de cara a só assisti-los quando estiver disposto a refletir, senão, melhor dar o play num sitcom.

E é bom lembrar que nenhum deles aqui é daqueles clichês, sabe? Nada de “meu sangue latino” ou amor caliente e te quiero pra lá te quiero pra cá. A maioria é densa, o que não quer dizer que sejam complexos, muito pelo contrário, são relativamente simples, alguns chegam a ser tão leves mesmo tratando de temáticas como a morte. Acho que é isso mesmo que os levaram a esse “top 10”.

A lista abaixo não segue exatamente uma ordem de melhor ou pior, mas tentei separar mesmo por países pra ficar mais “didática”. Além do mais, é sempre uma boa oportunidade pra tirar a ferrugem do castellano. ¡Vamonos! Leia mais

Com tudo junto e misturado, Sense8 é muito mais que uma série de TV

Muita gente tem me perguntado se eu gostei de Sense8, a minha resposta padrão é sempre: “assisti 10 episódios num dia só, isso te responde?”. Pois é, vi tudo num final de semana mesmo. E não foi porque ela tinha reviravoltas mirabolantes, mas sim porque é muito bem construída. Além do mais, combina Sci-Fi, Drama e uma boa dose de Ação, ou seja, melhor combinação de gêneros!

O universo ficcional da série é riquíssimo, especialmente porque aborda a trajetória de oito personagens centrais de diferentes nacionalidades, localizações geográficas, religiosidades, orientações sexuais, etc. que renascem a partir da morte de uma mulher misteriosa (Daryl Hannah) logo no primeiro episódio. A partir daí, os personagens vão sendo apresentados aos poucos e tendo suas histórias individuais entrelaçadas. Leia mais

Doctor Who – Mortalha da Lamentação

Nada contra Peter Capaldi, mas eu gostava mesmo era do Matt Smith no papel do Doctor. Aquele magricela estranho do queixo proeminente continua fazendo falta, e foi na tentativa de sanar essa falta que comecei a ler “Mortalha da Lamentação”, escrito por Tommy Donbavand, um whovian como a gente, publicado no Brasil pela Suma de Letras. Seu texto cheio de bom humor é bem fluido e, como o livro é pequeno, muito provavelmente você vai ler num só final de semana.

A história de Dombavand reúne o 11º Doctor e Clara Oswald numa aventura contra a Mortalha. O inimigo da vez começou a tomar conta do planeta depois que o presidente norte-americano Kennedy foi assassinado em Dallas, no Texas (EUA), o que despertou um sentimento de tristeza em escala mundial. Dado que a Mortalha se alimentava exatamente de tristeza, então o planeta seria um prato cheio. Leia mais