Clube do Livro Alagoinhas realiza edição especial Chimamanda

Em razão do dia internacional da mulher, 8 de março, o Clube do Livro Alagoinhas realiza uma edição especial com dois livros da escritora nigeriana, Chimamanda Ngozi Adichie. “Sejamos todos feministas” é uma adaptação do discurso feito pela autora no TEDx Euston, que conta com mais de 1,5 milhão de visualizações e foi musicado pela

Os convites de Chimamanda Ngozi Adichie

Já faz um tempo que estabeleci uma relação de admiração com a escritora nigeriana Chimamanda Ngozi Adichie. Começou com seu discurso no TEDx Talks “Sejamos todos feministas”, em que na época foi de fundamental importância para que eu me reconhecesse ainda mais como feminista. Em seguida, li outro livro de não ficção da autora,“Para educar

É tempo de ouvir outras histórias

Um dia minha Avó me contou uma história: Um negro, escravo fugido, se apaixonou por uma cigana e a roubou do seu povo. Eles fugiram andando pelo sertão do interior da Bahia. Tiveram uma filha (minha bisavó).  A partir desse momento fiquei sabendo de onde eu vinha, qual era a minha ancestralidade.

TAG dos 50%

  Hora de fazer o balanço das leituras de 2018 até o mês de junho respondendo a Tag dos 50%. Vi no canal Geek Freak  VÍDEOS MENCIONADOS: Hibisco Roxo Série Napolitana Extraordinárias Documentário sobre Maya Angelou A louca da casa Jubiabá Vlog de unboxing O que é lugar de fala? Os convites de Chimamanda A

Hibisco Roxo – As verdades e histórias únicas

Em janeiro, li o primeiro livro publicado pela nigeriana Chimamanda Ngozi Adichie, “Hibisco Roxo”. Considerado um romance de formação, a obra foi publicada em 2003 e recebeu o Prêmio Commonwealth Writers como “Melhor Primeiro Livro” em 2005. Além de um romance de formação, considero “Hibisco Roxo” como um romance de despertar. A protagonista e narradora da história

Diário de leitura #1 – Os livros lidos em janeiro/2018

Janeiro foi o mês em que conheci o primeiro livro publicado pela nigeriana Chimamanda Ngozi Adichie, o incrível Hibisco Roxo. Além disso, finalizei a leitura da biografia do Belchior, produzida pelo Jotabê Medeiros e publicada pela Todavia em 2017. E agora mais do que nunca é real/oficial, Belchior é meu mozão. 😀 Falei mais sobre

Janeiro: é verão que fala, né?!

Nunca fui tão praieira como nesse último janeiro. Na verdade, eu não sou muito de sol&mar. Isso ficou na infância/adolescência em que eu passava os quase três meses de férias no Sítio do Conde. Voltava de lá mais que bronzeada, queimada do sol, e com o sotaque do povo. Bons tempos, muitas histórias para contar.

2ª edição do Clube do livro Alagoinhas acontecerá no dia 27 de janeiro

  O Clube do livro Alagoinhas é um projeto cultural de incentivo à leitura na cidade. A 2ª edição será no dia 27 de janeiro, às 15h, no Centro de Cultura. O evento tem entrada gratuita. No encontro será discutido o livro “Hibisco Roxo”, da escritora nigeriana Chimamanda Ngozi Adichie. A obra venceu uma votação

Projeto – Clube do Livro Alagoinhas

Projeto cultural de incentivo à leitura. Queremos reunir pessoas apaixonadas por leitura em um encontro mensal para conversar e compartilhar experiências. Como funciona? Leitura de um livro por mês. A votação é feita no Grupo do Facebook após uma pré-seleção de obras. Idealização: Jeniffer Geraldine Mediadores: Jeniffer Geraldine, Julianna Santos e Marcello Alves Apoio: Centro

“Se for menino não vai usar rosa não”

O ano era 2017. E a frase que ouvi de um futuro pai foi “se for menino não vai usar rosa não”. A gente até perdoa quando olha pro contexto social e familiar da pessoa e lembra que vivemos em um país muito machista. Mas ao mesmo tempo eu fico pensando: até quando vamos achar que