7 livros de autores contemporâneos

Uma lista com alguns dos meus livros favoritos de autores contemporâneos. Tem para todos os gostos! 😉

Grande Magia – Vida criativa sem medo, de Elizabeth Gilbert

Elizabeth Gilbert, autora do best seller Comer, rezar e amar, escreveu um livro de autoajuda, Grande Magia – Vida criativa sem medo, que foi lançado no Brasil, em 2015, pela Editora Objetiva. A ideia de Gilbert é refletir sobre criatividade. A autora comenta que fez o livro porque gosta de pensar no assunto e não tem a intenção de salvar a vida de ninguém, mas se no meio do caminho isso acontecer, tudo bem. >> Saiba mais

A elegância do ouriço, de Muriel Barbery

À primeira vista, não se nota grande movimento no número 7 da Rue de Grenelle: o endereço é chique, e os moradores são gente rica e tradicional. Para ingressar no prédio e poder conhecer seus personagens, com suas manias e segredos, será preciso infiltrar um agente ou uma agente ou por que não duas agentes? É justamente o que faz Muriel Barbery em A “Elegância do Ouriço”, seu segundo romance. Para começar, dando voz a Renée, que parece ser a zeladora por excelência: baixota, ranzinza e sempre pronta a bater a porta na cara de alguém. Na verdade, uma observadora refinada, ora terna, ora ácida, e um personagem complexo, que apaga as pegadas para que ninguém adivinhe o que guarda na toca: um amor extremado às letras e às artes, sem as nódoas de classe e de esnobismo que mancham o perfil dos seus muitos patrões. >> Saiba mais

Precisamos falar sobre o Kevin, de Lionel Shriver

Em “Precisamos fala sobre o Kevin” lemos as cartas que Eva Khatchadourian escreveu para seu marido, Franklin, após o filho do casal, Kevin, assassinar sete colegas, uma professora e um funcionário no ginásio do colégio em que estudava em Nova York. >> Saiba mais

Luzes de emergência se acenderão automaticamente, de Luisa Geisler

De certa forma, um relacionamento são duas pessoas que se recusam a desistir uma da outra. Duas pessoas igualmente ferradas, claro. É o que escreve Henrique, ou Ike, em cadernos que carrega consigo para todos os lugares. São cadernos em que fala de seu dia a dia, dos amigos, e de sonhos difusos que ele guarda para o futuro. Henrique mora nos subúrbios de Porto Alegre com os pais, e é um garoto que se considera, em todos os aspectos, uma pessoa normal. Está na faculdade, trabalha num posto de gasolina em meio período, tem uma namorada. Fala pouco, é introspectivo, mas cultiva amizades sólidas. Tudo muda quando seu melhor amigo, Gabriel, bate a cabeça num acidente banal e, pouco tempo depois, é hospitalizado em coma. Após uma cirurgia de emergência, não há muito que fazer por ele, dizem os médicos. Apenas esperar. E Ike, os pais de Gabriel, o irmão mais velho e os amigos aguardam o menor sinal de melhora. É então que, perto do Natal, Ike começa a escrever. São cartas em sequência ao amigo, como uma conversa, onde relata o que se passa na ausência do amigo. Para “quando tu acordar”, diz ele. “Queria saber quando tu ia acordar, como tu tá, o que tem acontecido, se tem algo que dê pra fazer”, escreve Henrique. As cartas são entremeadas por narrativas curtas, que dão a elas uma dimensão adicional: até que ponto Ike sabe realmente o que acontece à sua volta? O que pensam os outros? >> Saiba mais

Bonsai, de Alejandro Zambra

O chileno Alejandro Zambra em seu livro Bonsai (Cosac Naify), nos apresenta a história do fim do amor entre Julio e Emilia, dois estudantes de Letras. Logo no início Zambra deixa claro que ela morre e ele fica sozinho. >> Saiba mais

Joe Speedboat, de Tommy Wieringa

Fransje, nosso narrador de 15 anos, sai do coma após um acidente que o deixou sem fala e sem alguns movimentos. Ele consegue se locomover com a ajuda de uma cadeira de rodas, sua charanga, e se comunica através da escrita que é feita com seu braço direito, único membro que ele não perdeu o movimento. É fã do espadachim japonês Miyamoto Musashi e é com a leitura de seus livros sobre luta e estratégia que Fransje busca inspiração para viver. Frans também gosta de escrever e cultiva diários sobre sua vida e o lugar em que mora. >> Saiba mais

Exorcismos, amores e uma dose de blues, de Eric Novello

Eric Novello é um dos atuais entusiastas da literatura fantástica brasileira. Desde 2004, escreve contos e romances que misturam fantasia e realidade, além de organizar coleções sobre os temas. Exorcismos, amores e uma dose de blues (Editora Gutenberg, 2014), seu mais recente lançamento, é uma mistura de literatura noir, música, romance e, principalmente, um convite para descobrir e apreciar a literatura contemporânea do Brasil. >> Saiba mais

Boa leitura!

Confira outras dicas de leitura com a galera do Grupo #NomeProvisório. É só clicar no banner abaixo!

Não perca nenhuma atualização do BEDA!

Espalhe “7 livros de autores contemporâneos” por aí! 😉

18 Comentários

  1. Jenni adorei as indicações, além de Exorcismos que é questão de honra ler ainda esse ano, me interessei bastante pelo Luzes de Emergência e A elegância do Ouriço! Precisamos falar sobre o Kevin é maravilhoso!!!
    Abraço do Luke!

    • Jeniffer Geraldine Reply

      Luke, acho que vc vai amar os 3 livros, mas principalmente Exorcismos e Luzes.
      Leia mesmo!
      bjão

  2. Thamiris Alves Reply

    Adore as indicações Jen! Tava esperando ver Elena Ferrante nessa lista, fiquei ué???
    Da lista eu só li Precisamos falar sobre o Kevin da Lionel Shriver e gente, que livro é esse né? Os outros eu já quero ler! beijos

    • Jeniffer Geraldine Reply

      Menina, ela ainda vai aparecer aqui durante o BEDA.
      Elena Ferrante tem um lugar especial nas minhas listas.
      bjão

  3. Jani, adorei tuas indicações. Precisamos falar sobre o Kevin é um livro que quero muito ler, e espero conseguir fazer isso em breve, também coloquei Bonsai nas minhas prioridades 😉 . Beijo

    • Jeniffer Geraldine Reply

      Bonsai é favorito demais! Espero que goste e leia Precisamos falar sobre o Kevin.
      bjão

    • Jeniffer Geraldine Reply

      Joe é uma leitura bem interessante e pouca gente conhece.
      Vale a pena.
      Bjão

  4. Eu já li um livro da Luisa Geisler, mas era de contos e bem curtinho, eu gostei da escrita dela.
    E vi o filme baseado no livro Precisamos falar sobre o Kevin, não sei se foi fiel ao livro, mas também gostei muito, principalmente da fotografia.

    Com amor,
    ❤ bruna-morgan.blogspot.com ❤

    • Jeniffer Geraldine Reply

      O livro que indiquei da Luisa é muito bom. Acho que vc vai gostar.
      O livro Precisamos falar sobre o Kevin é muito bom.
      bjão

    • Jeniffer Geraldine Reply

      Tomara que cheguem por aí. São livros excelentes.

  5. quero super ler “grande magia”, mesmo! “a elegância do ouriço” já tô com ele no kindle, só preciso começar haha mas sempre vejo só elogios. fiquei baita curiosa por “exorcismos, amores e uma dose de blues”. =****

    • Jeniffer Geraldine Reply

      Nossa, esses três livros são excelentes! Leia mesmo.
      Bjão

  6. Estou louca para ler Precisamos Falar sobre Kevin e A Elegância do Ouriço! Gostei demais das indicações!
    Beijo!

    • Jeniffer Geraldine Reply

      Leia! Acredito que vc vai amar os dois.
      Bjão

Deixe um comentário:

Navigate