4 autoras para ler e amar

Um dos projetos literários que faço é o Leia Mulheres. Apesar de não participar ativamente dos encontros presenciais em Salvador, levanto a bandeira do projeto por onde vou e aqui no blog. E isso tudo porque o Leia Mulheres me proporcionou o contato com escritoras maravilhosas. Muitas delas falam sobre temas importantes e atuais, como o papel da mulher na sociedade, feminismo e maternidade.

Sempre que posso indico um livro escrito por mulher. Porque, infelizmente, se você for contar na sua estante quantos livros já leu de autoras, vai se surpreender com o número baixo. Levante a bandeira do Leia Mulheres também e se não sabe por onde começar, vou indicar 4 autoras que tenho certeza de que você vai ler e amar.

Elena Ferrante

Ninguém sabe. Ninguém viu. Mas todo mundo está amando os livros dela. E isso é o que importa. Queria sim dar um rosto ao nome (com toda certeza. Já que há investigações rolando por aí), mas por enquanto fico feliz em ter sempre um livro novo dela para ler, com temas feministas, urgentes e essenciais.

Sabemos que é italiana e já tem 7 livros publicados no Brasil: Série Napolitana (A amiga Genial, História do novo sobrenome, História de quem foge e de quem fica), Dias de Abandono, A filha perdida, Um amor incômodo e Uma noite na praia.

Chimamanda Ngozi Adichie

Nasceu na Nigéria em 1977. Aos 19 anos se mudou para os EUA. Publicou seu primeiro romance Hibisco Roxo em 2003. Conheci Chimamanda por causa da sua palestra no TEDxEuston em 2012, Sejamos todos feministas. Não vi o TEDx na época mas li o livro lançado no Brasil, em 2014, pela Companhia das Letras. Logo em seguida tive vontade de ler outros livros da autora. Comecei Americanah e já tenho aqui na estante Meio Sol Amarelo, Hibisco Roxo e Para educar crianças feministas – um manifesto.

Maria Valéria Rezende

Nasceu na cidade de Santos em 1942. Em 2015 ganhou o Prêmio Jabuti nas categorias romance e Livro do Ano de Ficção, com Quarenta dias. E foi justamente por causa desse prêmio que a conheci. Todos os jornais noticiaram o fato de uma desconhecida freira ter desbancado grandes nomes da literatura brasileira contemporânea. Sorte a nossa, Maria ganhou nossos corações. Já li Quarenta Dias e quero ler seu livro de estreia na literatura Vasto Mundo (2001) e o mais novo Outros Cantos (2016).

Gillian Flynn

Nasceu no Missouri (EUA) em 1971. Seus livros são classificados como thrillers. Conheci por causa do marketing que a Intrínseca fez para o lançamento de Garota Exemplar, em 2013. E já li Lugares Escuros (o preferido até o momento), Garota Exemplar, O adulto (não gostei mas tudo bem, o amor continua) e quero ler o primeiro livro publicado, Objetos Cortantes (2007).

Espalhe “4 autoras para ler e amar” por aí! 😉

Compartilhe:
Escrito por Jeniffer Geraldine
jornalista, criadora de conteúdo, mestranda em crítica cultural