19 coisas que amei em 2019

2019 foi um ano difícil, principalmente no contexto geral do Brasil, mas eu sempre acredito que a gente deve lembrar das coisas boas, de bons momentos, da rotina que acolhe e revigora, das conexões, para ter ânimo e forças para seguir em frente. Ainda fazendo um balanço e retrospectiva de 2019, hoje vou compartilhar as 19 coisas que amei no ano passado.

Ouça o conteúdo:

  1. journaling – escrever sobre os dias, sentimentos, reflexões pessoais, seja todo dia ou apenas quando sinto a necessidade. Foi uma sugestão da terapeuta que comecei a levar mais a sério em 2019.
  2. Meditação – não sou a expert em meditação. Mas quando estou muito agoniada, paro por uns 5 minutos e faço uma meditação com foco em respiração profunda ou repetindo o mantra “Eu entrego”. Costumo também fazer meditações guiadas que encontro no YouTube ou em aplicativos.
  3. Manhãs de leitura – pensando em uma maneira de não deixar a leitura livre de lado por causa das demandas de leituras do mestrado, eu comecei a ler no café da manhã. Geralmente são 10 – 15 min de leituras. Mas que fazem  diferença.
  4. Voltar para o pilates – precisei voltar ao Pilates por causa de um problema que tive nos dois joelhos. Mas foi uma ótima volta. Em 2018, eu praticava Muay Thai e foi por causa dessa arte marcial que eu tomei gosto pela atividade física. Infelizmente não deu para continuar em 2019 mas me reencontrei com o Pilates. E agora com mais vontade e consciente do bem que a atividade física faz para meu corpo e mente.
  5. iPad e Apple Pencil – um dos super investimento que fiz em 2019 e não me arrependo. Me ajuda muito com estudos, produção de conteúdo e também para entretenimento e lazer. Adoro espairecer a mente com joguinhos de restaurante.
  6. Caderno acraft e caneta uni 0,3 – olha a loucura, em 2019 eu encontrei minha caneta e meu tipo de papel favorito. E na real isso foi ótimo porque eu destralhei geral meu armário aqui. E sai doando um monte de caneta e caderno que estavam aqui parados.
  7. Kindle Paper White – eu sempre fui fã do aplicativo Kindle e durante bastante tempo lia no iPad mas em 2019 aproveitei uma promoção e comprei meu Kindle paperwhite. Amo leitura digital! Acho confortável ler no Kindle. É leve e posso apoia-lo em qualquer lugar. Inclusive ele é minha companhia fiel na leitura do café da manhã.
  8. Álbum Bloco do Silva – eu sou movida a música, tanto que tenho duas tatuagens que são títulos de músicas. E Silva é um dos meus cantores brasileiros favoritos. Em 2019, ele inicou um projeto chamado Bloco do Silva em que além de músicas autorais, também canta grandes sucessos baianos. Eu tenho problema com essas releituras baianas, mas Silva tem meu coração e eu amei o álbum e o show Bloco do Silva.
  9. Viagem para Gramado (janeiro) – no início de 2019, minha mãe me levou para conhecer Gramado e região. E foi uma das melhores viagens que fiz até o momento da vida: muito vinho bom, chocolate, friozin de verdade. O passeio de Maria Fumaça, conhecer vinícolas – tudo pra mim!
  10. Viagem para Chapada Diamantina | Lençóis (dezembro) – no final de 2019, também fiz uma das viagens desejos e conheci Lençóis e região. A Chapada Diamantina é um dos meus lugares favoritos. Sempre me leva a reflexão, me inspira, me conecta com a natureza e Deus. Tanto que eu não consigo escrever sobre a experiência de estar lá, mas sempre volto inspirada e renovada. Um dos lugares que mais gostei de conhecer foi a Cachoeira do Mosquito. Vale muito conhecer a Chapada e eu já quero voltar lá!
  11. Reunião e amigo secreto de infância – no final do ano, um dos meus amigos de infância, Vinícius, teve a brilhante ideia de reunirmos algumas amigas de infância para relembrar dos nossos bons momentos de criança e de nos reaproximarmos. É tão bom lembrar de uma infância feliz com histórias loucas e engraçadas que hoje são histórias de dormir para os filhos e filhas das amigas.
  12. Cozinhar – eu descobri que gosto de cozinhar, apesar de que eu ainda gosto de encontrar tudo pronto. Mas eu descobri que cozinhar é um momento de limpeza de mente para mim. Eu estou ali focada no processo e simplesmente não penso em nada mais. E para quem tem uma mente acelerada e precisa aprender a lidar com isso, sem dúvidas cozinhar é um ótimo exercício.
  13. Mestrado em Crítica Cultural – tem gente aqui acompanhando a série Saga da Mestranda? Ter entrado no mestrado foi e é algo excelente não só para minha formação profissional mas também pessoal. O contato com professores, autores e temas que jamais imaginei ter por livre e espontânea vontade está mudando a minha forma de pensar e agir. Um fato interessante: eu sempre pensei em fazer Letras por causa da minha paixão por leitura e literatura. E cheguei a cursar um semestre. Até compartilhei a experiência em vídeo. Mas o mestrado está me mostrando que eu tenho outras paixões que pulsam mais e que me levam para outras áreas, como a sociologia e a filosofia.
  14. 2 anos do Clube do Livro Alagoinhas – meu projeto do coração é o Clube do Livro. Falar sobre livros e leitura, refletir sobre a vida através de livros e leitura, me movimenta. Em 2019, o Clube completou dois anos e tivemos momentos especiais como troca de livros, recebemos uma escritora baiana e uma turma de escola estadual de um município próximo a Alagoinhas.
  15. Nova identidade do projeto de conteúdo – no início de 2019, meu projeto de conteúdo ganhou uma identidade visual nova. Anne Karoline produziu uma arte colagem que tem muito de mim e do que me inspira.
  16. Linha editorial de conteúdo na internet – falando ainda sobre o projeto de conteúdo, eu acredito que 2019 foi o ano em que eu realmente comecei a me encontrar como criadora de conteúdo na internet. Isso se deve ao processo de autoconhecimento, a sair da zona de conforto, a tentativas e erros. Hoje eu me posiciono mais como uma produtora de conteúdo cultural, entretenimento e estilo de vida porque gosto de falar sobre vida, cultura e sociedade através de Livros, filmes e séries, também compartilho meus processos de organização, produtividade e estudos, e tudo mais que eu acredito que fez diferença na minha vida e que pode fazer na sua também.
  17. A rede de conexão com quem mora longe mas está sempre perto e presente (Maurício, Anne, Luke, Lorena) – muita gente diz que a internet nos distância do presente, eu concordo em partes, porque eu também acredito que a internet nos faz criar e manter relações que estão fisicamente longe de nós mas que são pontos de apoio.
  18. Reencontro com a comunicação – eu estive nos últimos anos em crise com a formação e carreira em comunicação, mas em 2019 consegui me reencontrar com a comunicação, não só através do que faço na internet, mas também na área da educação e prestação de serviço. Para mim foi essencial esse reencontro porque eu sempre gostei muito da minha área mas não gostava do formato que estava atuando.
  19. Adaptação – 2019 foi um ano de aprender a me adaptar. E isso é bem complicado para quem é caseira, ligada a rotinas e mora há bastante tempo sozinha. Mas eu precisei aprender a viver entre duas cidades e a conviver novamente em família. E aprendi que é possível quando somos pacientes e estamos dispostos a nos adaptar. É um processo que ainda está acontecendo. Mas aos poucos a gente vai aprendendo, relaxando e se adaptando.
Essas foram as 19 coisas que amei em 2019. Muitas reflexões sobre a vida. Gostei bastante de fazer esse tipo de exercício. Me fez olhar para meus processos, relembrar meu ano, olhar com carinho e atenção para o que eu vivi e aprendi.
E você? Que tal fazer um exercício como esse? Tenho certeza que será desafiador mas muito motivador também.
Conteúdo em vídeo: