17 dicas do livro Vida Organizada

Dos vários blogs que ganharam livros durante os últimos anos, o que eu mais fiquei contente foi o Vida Organizada, da Thais Godinho. O blog existe desde 2006 e eu o acompanho há, pelo menos, uns 4 anos. O livro chegou em 2014, através da Editora Gente.

capa vida organizada fim.inddAs dicas da Thais são super valiosas. Ela defende que “ter uma vida organizada não significa ser fanático(a) por organização, mas sim encontrar praticidade, funcionalidade e coerência em suas atividades”. É seguidora fiel do GTD – Getting Things Done (no Brasil, A arte de fazer acontecer), do David Allen, método de organização e produtividade pessoal, fã de listas e do Evernote, e defensora do destralhamento.

A leitura de Vida Organizada – Como definir prioridades e transformar seus sonhos em objetivos é leve, mas requer um tempo para fazê-la pois Thais propõe alguns exercícios práticos. É um convite para pensar nas nossas prioridades e objetivos a curto, médio e longo prazo. Você pode fazer a leitura e depois voltar com mais tempo para refletir melhor sobre seus planos e colocá-los no papel. Mas também é legal ir seguindo o fluxo de leitura proposto porque parece que estamos conversando naquela hora com a autora.

Ser organizado é um hábito e, como todos os hábitos, é preciso começar aos poucos, sem expectativas muito altas, e ir desenvolvendo devagar, até finalmente alcançar aquilo que consideramos o ideal, ou ao menos chegar mais próximo disso. – pag 30

Tirei duas lições gerais do Vida Organizada:

  1. Tudo bem se você não for o modelo de organização e planejamento, mas você pode mudar isso com força de vontade e foco;
  2. O que é ideal pra você, pode não ser pra mim. E eu tenho que buscar o meu ideal e não ficar tentando fazer o seu dar certo na minha vida.

Mas o livro é recheado de dicas práticas e resolvi compilar algumas que já estou usando no meu dia a dia e compartilhar no blog:

  1. Ser organizado é fazer as coisas acontecerem;
  2. “Ser multitarefa tornou-se um mito (ainda bem!). A pessoa que faz muitas coisas ao mesmo tempo não consegue fazer nenhuma delas direito.” – (pag 38);
  3. Objetivos podem mudar!;
  4. Destralhe, ou seja, livre-se do que você não usa e não precisa. Desapegue-se!;
  5. Crie rotinas para limpeza da casa, para cuidados pessoais, para quase tudo!;
  6. Não deixe que sua mente seja a responsável por te lembrar de todas as tarefas: anote, tenha agenda, faça listas, seja no papel, ou com ajuda de aplicativos;
  7. Utilize a técnica Pomodoro: estabeleça um período de trabalho, por exemplo, em 25 minutos, foque na sua tarefa, e depois descanse por 5 minutos. Existem aplicativos que podem te auxiliar, como o ClearFocus (Android) e Tomato One – Free Focus Timer (IOS);
  8. Tenha um caderno/aplicativo para ser sua caixa de entrada: lugar onde você pode anotar tudo que aparecer ao longo dia;
  9. Caso possua uma agenda, anote apenas o que tiver data certa;

Não fique pensando em tudo o que precisa fazer! Em vez disso, simplesmente comece a fazer alguma tarefa da sua lista. – pag 133

        10. Torne suas tarefas prazerosas: ouça música, beba café, etc.;

        11. Tire 15 minutos do seu dia para fazer uma ronda na casa e colocar tudo que estiver fora                    do lugar, no lugar;

        12. Em casa, coloque em prática a ideia: cada coisa em seu lugar;

        13. Escolha sua roupa do trabalho e a arrume sua bolsa ou mochila na noite anterior;

        14. Organize as roupas no seu armário em duas categorias – trabalho e casuais;

        15. Faça um pouco por dia: ao invés de escolher um dia para limpar a casa toda, vá fazendo                     aos poucos;

        16. Evite procrastinar. Comece a fazer agora, nem que seja o mínimo;

        17. Ao realizar qualquer tarefa, pense na sua real motivação. Dê significado ao que está                           fazendo. Só assim vai parar de reclamar de ter muita coisa para fazer e começar a fazer as                 coisas com mais prazer.

Viver com significado é o jeito mais fácil e verdadeiro de encarar a semana… – pag 207

Se você está procurando motivação para se tornar mais organizado, visite o blog Vida Organizada e adquira o livro clicando aqui!

Me acompanhe também no Instagram l Facebook l Twitter l YouTube l News

7 Comentários

  1. sou uma pessoa baita desorganizada. mesmo! sempre vejo mil elogios sobre esse livro e estou pensando seriamente em comprar hahaha
    o que me ajuda é bullet journal! se coloquei lá, me sinto obrigada a realizar!
    adorei as dicas, vou adotar umas com certeza!
    :** muá

    • Jeniffer Geraldine Reply

      Vale super a pena ler o livro e acompanhar o blog.
      Eu tentei bullet journal na metade desse ano e não deu muito certo pra mim. 🙁
      Mas sigo com minha agenda e evernote. E pensando seriamente em pegar um planner pra 2017.
      bjão!

  2. Olá, tudo bem?
    Não conhecia o blog da Thais mas já fui la conferir e é realmente incrível. Depois que comecei a usar meu bullet, esse assunto tem me chamado bastante atenção e ler sobre nunca é demais. As dicas são super interessantes e dá uma luz pra quem está começando agora. O segredo é não deixar a preguiçinha tomar de conta. Fiquei querendo esse livro, talvez eu o compre. 😀
    Um abraço.

    • Jeniffer Geraldine Reply

      Oie! A Thais faz um trabalho incrível mesmo. Sou fã!
      O bullet pra mim não funcionou mas sigo com minha agenda e pensando em investir num planner.
      E o segredo é mesmo não procrastinar!
      Bjão!

  3. “Ser multitarefa tornou-se um mito (ainda bem!). A pessoa que faz muitas coisas ao mesmo tempo não consegue fazer nenhuma delas direito.”

    Melhor frase rssss eu sou dessas, mas to melhorando rss
    ADOREI o post =D

  4. Pingback: Planner mensal do Geraldas

Deixe um comentário:

Navigate